MTV sai da parabólica e deve voltar para a TV Paga

Audiência da emissora protestou no Facebook (Foto: Divulgação)

Um dos assuntos de maior polêmica nas redes sociais no momento é saída da MTV do sinal da parabólica. A rede decidiu retornar para a TV Paga, já que a nova resolução da Anatel para as TVs por assinatura determina que as operadoras deverão oferecer os canais abertos na região do assinante. A decisão dividiu os telespectadores.

A MTV divulgou uma nota oficial em seu Facebook nesta terça (3). “No dia 26 de março, a Anatel regulamentou o must carry ( resolução 581 da Anatel), com isso os canais abertos serão carregados por todas as operadoras de tv por assinatura. Assim, com a sua distribuição nacional garantida, a MTV decidiu sair da parabólica e criar um novo canal.”

Isso quer dizer que as operadoras de TV paga deverão oferecer o canal aos assinantes. No lugar da parabólico foi incluído o desconhecido “BRZ”, que exibe clipes. Atualmente poucas TVs por assinatura oferecem a MTV. Claro TV e Sky, três gigantes do setor não possuem o canal em seus pacotes.

A resolução que a MTV se refere é a 581, conhecida como Regulamento do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC) que unifica a regulamentação da prestação do serviço em seus diversos tipos, como TV a Cabo (TVC), Sinais Multiponto Multicanal (MMDS), Via Satélite (DTH) e Serviço Especial de Televisão por Assinatura (TVA). Antes, cada uma possuía legislação específica.

Essa mesma resolução também fala sobre a necessidade de conteúdo nacional entre os canais de TV Paga.

Atualizado às 18h43 para corrigir a repetição de Claro TV e Via Embratel. As duas, como se sabe, são a mesma empresa.