Atrair desenvolvedores de aplicativos é desafio para Windows Phone

Um dos principais desafios da e a nova versão do seu sistema é atrair desenvolvedores de aplicativos. Na concorrência ferrenha do mercado de smartphones, dominado hoje por e seu iPhone e aparelhos Android, os apps representam diferencial importante.

LEIA MAIS
Nokia Lumia chega para desafiar poderio da Apple e Android

Mas, o cenário não parece bom para a Microsoft, nem para a , que aposta nesse sistema operacional para recuperar seu prestígio no mercado. Na segunda-feira, Microsoft e anunciaram que investirão um total de 18 milhões de euros (23,9 milhões de dólares) em um novo programa para o desenvolvimento de aplicativos, o AppCampus, que será conduzido pela Universidade Aalto, de Helsinque, nos próximos três anos. As informações são da Reuters.

Os aplicativos mais populares entre os usuários, tais como os do Facebook, Twitter, Foursquare e Evernote, estão disponíveis na plataforma Windows Phone, mas os produtores de muitos aplicativos menores ou especializados não trabalham com ela. No entanto, o número de aplicativos disponíveis no Windows Phone Marketplace supera os 65 mil, deixando para trás outra concorrente, a Research in Motion e sua BlackBerry Store.

Mas ainda continua muito abaixo dos 500 mil aplicativos disponíveis na App Store da Apple ou no mercado Google Play, de acordo com a Distimo, que pesquisa sobre aplicativos. A Nokia lançou recentemente no Brasil sua nova linha de aparelhos com Windows Phone, o Lumia. Em seu modelo superior, o Lumia 800, as configurações são fortes o suficiente para bater de frente com o iPhone ou o Samsung Galaxy S II.

RECOMENDE:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>