publicidade
28/ago
_DSC0730

Sebo de games antigos do Centro ainda tem Super Nintendo como hit

28 / ago
Publicado por Mayra Cavalcanti em PLAYER1 às 12:01


Fotos de Thamillys Rodrigues / NE10

Numa transversal da movimentada avenida Dantas Barreto se esconde um verdadeiro tesouro para os fãs de videogames antigos. É lá que está o sebo com maior acervo de jogos do Grande Recife. São cerca de 15 boxes onde é vendido consoles, joysticks, cartuchos antigos, DVDs e materiais que dão ideia do passado dos games, como memory cards. E passados mais de 20 anos, um dos maiores hits da história ainda faz sucesso, o Super Nintendo de títulos como “Donkey Kong”, “Super Mario Bros” e “Megaman”.

Ainda existe um mercado para esse tipo de jogo, mesmo com opções sofisticadas dos consoles atuais com acesso à internet, gráficos em alta definição, sensores de movimento e possibilidade de partidas multiplayer. “Muita gente vem comprar aqui jogos de mais de um videogame. Hoje mesmo vendi quatro Super Nintendo”, diz Emerson, um dos proprietários do box. “O mais antigo que já vendi foi um Dynavision, mas é raro”.

Como todos os videogames estão fora de linha, a troca é muito frequente e incentivada. Praticamente todos os boxes visitados oferecem serviço de assistência técnica por no mínimo três meses. Um Super Nintendo custa cerca de R$ 100, dependendo de seu modelo. O Mega Drive 3 sai por R$ 120, mas é difícil de ser encontrado. Outro aparelho fácil de ser encontrado é o PlayStation 1, por R$ 150. “Dificilmente pegamos um console muito raro ou que seja difícil encontrar jogos, como o Neo Geo”, diz um outro vendedor. Ainda encontramos por lá o Dreamcast, o Nintendo 64 e acessórios para Gameboy.

Cada cartucho do Super Nintendo custa cerca de R$ 15. Alguns jogos mais raros, como o “Donkey Kong”, “Mortal Kombat 1”. O Nintendo 64, com gráfico um pouco melhor, tem fitas por R$ 25 em média. O Mega Drive tem jogos à venda, mas é difícil achar o console. Para os vendedores do sebo, o ideal é fidelizar esse público. Por isso, não é interessante vender aparelhos pouco populares com títulos difíceis de serem encontrados. Muitos eram caros na época em que estavam à venda e por isso não foram muito difundidos no Brasil.

Já o Mega Drive e o Super Nintendo, por exemplo, foram populares no período em que estiveram em voga. A maioria dos bairros do Grande Recife nos anos 1990 tinha uma locadora para esses games. O sebo hoje funciona como o espaço onde é possível encontrar esses jogos. A outra opção é a internet, em sites de leilões como o Mercado Livre. Mas, nada se compara à barganha e a possibilidade de escolha dos jogos ao vivo. Como são antigos, é importante a conversa com o vendedor e o eventual teste na hora para comprovar a qualidade do jogo.

O sebo dos videogames funciona de segunda a sexta no horário comercial e aos sábados pela manhã. Antes era dominado por boxes vendendo revistas em quadrinhos. Depois, o lucro passou para o entretenimento digital. Agora já é possível até encontrar jogos originais do PlayStation 3. Mas, quanto mais os videogames parecem se aperfeiçoar, a paixão e o saudosismo em jogar Sonic ou Mario na TV ainda vai permanecer.

Sebo dos videogames
Local: Avenida Dantas Barreto, ao lado do Banco Safra, São José.
Horário: 9h às 18h (seg a sex) e das 9h ao 12h (sábados)

[nggallery id=4]


FECHAR