Arquivo da tag: Paulo Câmara

suposta propina

Eduardo da Fonte entra na Justiça contra acusação de José Augusto Maia

Publicado em 24/07/2014 às 18:03 por em Eleições, Notícias

Foto: Lucio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados

Foto: Lucio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados

O líder do PP na Câmara, deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE), informou nessa quarta-feira, 24, que fará ainda nesta semana uma queixa-crime por calúnia e difamação contra o deputado federal José Augusto Maia (Pros-PE), no Superior Tribunal federal (STF), pela acusação de oferta de propina para apoiar o candidato do PSB ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara.

Maia disse ter recebido oferta de dinheiro para seu partido integrar a coligação de apoio ao candidato a governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), afilhado político do presidenciável Eduardo Campos (PSB). A denúncia de Augusto Maia foi revelada nesta quarta pelo jornal Folha de S.Paulo.

Maia, que era presidente do diretório estadual do PROS, acusou o presidente nacional do seu partido, Eurípedes Jr., e Fonte de serem os autores da oferta de propina.

Fonte nega a denúncia e afirma que no período em que Maia relata o encontro em Brasília para negociar o apoio, ele estava em viagem nos Estados Unidos. Fonte afirma ter viajado para Miami entre de 12 e 20 de junho. Os comprovantes da viagem serão apresentados à Justiça, afirmou o deputado.

Fonte afirmou ainda que Maia relatou datas diferentes sobre o encontro. À Folha de S. Paulo, o deputado falou 16 de junho e ao jornal O Estado de S. Paulo, usou o jogo do Brasil contra o México como referência, ocorrido dia 17. “Como posso ter feito proposta para esse cidadão?”, indagou o deputado. “Não tem explicação isso.” “É um absurdo”, afirmou.

Para Fonte, a acusação é uma forma de prejudicar a candidatura de Paulo Câmara ao governo. O candidato também afirmou que vai tomar medidas judiciais contra Augusto Maia. Já o presidente do PROS, Eurípedes Jr., também refutou as acusações.

Tags: Eduardo da Fonte, José Augusto Maia, Paulo Câmara, pp, psb, STF,
eleições 2014

Paulo Câmara abre campanha para governador na TV

Publicado em 24/07/2014 às 12:18 por em Eleições, Notícias

Com informações de Júlio Cirne, repórter do Blog.

O candidato do PSB ao Governo de Pernambuco, o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara, abrirá a primeira série de inserções para governador do guia eleitoral na televisão. O candidato será seguido por Jair Pedro (PSTU). O sorteio foi realizado no final da manhã desta quinta-feira (24) pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Em terceiro e quarto lugares ficarão os candidatos Zé Gomes Neto (PSOL) e Miguel Anacleto (PCB). Só então, será a vez do senador Armando Monteiro Neto (PTB). O último candidato a apresentar suas propostas será Pantaleão (PCB).

Mais informações em instantes.

Tags: Armando Monteiro, Eleições, Eleições 2014, justiça, Justiça Eleitoral, Paulo Câmara, psb, psol, PTB, tre, Zé Gomes,
na televisão

Paulo Câmara vai usar discurso de Ariano Suassuna na campanha

Publicado em 24/07/2014 às 11:53 por em Notícias
Escritor deu entrada no hospital na última segunda-feira (21) e faleceu nesta quarta (23). Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) confirmou na manhã desta quinta-feira (24) que usará um discurso do escritor Ariano Suassuna, falecido no dia anterior após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), durante o guia eleitoral da campanha, que vai ao ar nas televisões e rádios a partir do dia 19 de agosto.

“Ariano fez um discurso na convenção e nós vamos, sim, usá-lo”, afirmou, em entrevista concedida à Rádio JC News. Câmara tratou a inserção como uma homenagem ao escritor pelo fato de ele ser um entusiasta da Frente Popular e da sua candidatura.

Ariano era ligado ao PSB e já ocupou os cargos de secretário estadual da Cultura e de assessor Especial do Governo do Estado na gestão do ex-governador Eduardo Campos (PSB), padrinho político de Câmara.

Ariano também já apareceu na televisão pedindo voto para Eduardo, para o ex-presidente Lula (PT) e, mais recentemente, para o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).

Na televisão, o candidato socialista promete apresentar o próprio currículo e mostrar as propostas para o Estado. Câmara negou que o guia será usado para desconstruir a imagem dos adversários.

Leia também: Políticos pernambucanos exaltam contribuição de Ariano para raízes culturais do Estado

Para Eduardo Campos, Ariano deixa exemplo de dignidade e amor ao Brasil

Dilma vem ao velório de Ariano Suassuna, no Recife

Tags: Ariano Suassuna, Eleições, Eleições 2014, Paulo Câmara, psb,
Eleições 2014

Equipe de Armando entra com representação no Ministério Público Eleitoral para investigar suposta oferta de propina

Publicado em 23/07/2014 às 18:21 por em Eleições, Notícias
Foto: BlogImagem

Foto: BlogImagem

A equipe jurídica do candidato Armando Monteiro Neto (PBT) deu entrada na tarde desta quarta-feira (23) com uma representação junto ao Ministério Público Eleitoral (MPE) para aprofundar as investigações em torno da suposta tentativa de propina oferecida ao deputado federal João Augusto Maia (Pros/PE) para apoiar Paulo Câmara nas eleições em outubro. A denúncia foi trazida à tona pelo jornal Folha de S. Paulo na edição desta quarta.

LEIA MAIS:

>> Leia a íntegra do discurso de José Augusto Maia com denúncia sobre suposta “vantagem financeira”

>> Deputado havia denunciado suposto esquema de propina há uma semana na Câmara

>> Armando vai acionar MPE para investigar proposta de propina feita por grupo de Paulo Câmara

“Protocolamos a representação com o procurador regional eleitoral João Bosco Fontes”, afirmou o advogado Walber Agra, contratado por Armando Monteiro Neto.

Segundo ele, este não é o primeiro fato de “cooptação” na campanha de Paulo Câmara. “O senador não tem interesse em judicializar a campanha. Para Armando, a intenção é investigar o caso a fundo”, explicou.

“A ideia é que seja investigado um fato de tamanha gravidade. Ao MPE cabe averiguar se o fato existiu ou não”, disse Agra.

Para a Folha de S. Paulo,  José Augusto Maia contou que resolveu revelar o caso depois de ter a candidatura à reeleição rejeitada pelo partido. O deputado, que pertencia ao PTB, só se filiou ao PROS com a garantia de que o partido iria apoiar a candidatura de Armando. Na manhã do dia 12, enquanto o PSB já havia convocado uma coletiva para marcar o apoio da legenda, Maia disse desconhecer a aliança.

Tags: Armando Monteiro Neto, Paulo Câmara, psb, Walber Agra,
suposta proposta indecorosa

Em resposta a Folha de São Paulo, Paulo Câmara reclama de calúnia e vai processar José Augusto Maia

Publicado em 23/07/2014 às 17:58 por em Notícias
Foto: divulgação

Veja a nota oficial do candidato Paulo Câmara

A matéria publicada hoje (23/07), pelo jornal Folha de São Paulo, ao citar o meu nome, sugere, irresponsavelmente, a associação da minha imagem a uma suposta ação criminosa.

Em função da matéria publicada por esse jornal, baseada em denúncia formulada por um parlamentar pernambucano, sinto-me obrigado a me posicionar em defesa da minha honra e credibilidade, o maior patrimônio que construí ao longo da minha vida.

É importante destacar, que o deputado José Augusto Maia, que serviu como fonte da reportagem, responde a duas ações criminais por fraude em licitação e formação de quadrilha, e foi condenado, pela justiça pernambucana, em abril deste ano, por improbidade administrativa, tendo os seus direitos políticos suspensos pelo prazo de três anos, além da condenação e dos processos em andamento no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco.

Importante também ressaltar a relação histórica de amizade e apoio de José Augusto Maia ao nosso adversário direto, o ex-empresário Armando Monteiro Neto, que desde as primeiras horas do dia da publicação da matéria tenta tirar proveito eleitoral do assunto.

O que me parece mais grave é a tentativa caluniosa de me descredibilizar.

Sou servidor público há 22 anos, com uma trajetória séria e reconhecida. Nunca, em nenhum momento, fui vítima de qualquer ação que questionasse os princípios que levo, de casa, à vida pública: honestidade, correção, respeito, senso de justiça.

Daí a minha mais profunda indignação diante deste episódio.

Será que, pela condição de candidato ao governo, devo ser exposto publicamente por conta da má fé de elementos como o referido senhor?

Atitudes assim envergonham a atividade política e, pior, buscam arrastar para os espaços nebulosos, onde atua um “ficha-suja”, pessoas que estão na vida pública apenas com o intuito de exercer sua vocação e atender a uma convocação.

Figuras como José Augusto Maia devem ser banidas da política, como já foi determinado pela justiça.

Portanto, em meu nome, da minha família e de todos aqueles a quem represento, nesta caminhada, como cidadão e homem público, anuncio que estou tomando todas as medidas judiciais cabíveis contra José Augusto Maia e todos os envolvidos nesta nefasta e inadmissível atitude.

Mais do que uma retaliação, do mais baixo nível, como se poderia esperar, pelo seu autor, fui vítima de um golpe que me obriga a reagir, imediatamente, e com força proporcional – não necessariamente à repercussão, mas à intenção.

Tenho uma missão a cumprir e assim será.

Estou convencido de que o ocorrido servirá apenas para nos fortalecer nesta luta, contra adversários desleais.

Manteremos o rumo e, apesar da indignação, não perderemos a serenidade. Pernambuco conta comigo.

E estou cada vez mais firme na decisão, coletiva, de vencer com trabalho e respeito.

Tags: denuncia de José Augusto Costa, Paulo Câmara, PROS, psb,
suposta propina

Leia a íntegra do discurso de José Augusto Maia com denúncia sobre suposta “vantagem financeira”

Publicado em 23/07/2014 às 16:58 por em Eleições, Notícias

Na sessão da Câmara dos Deputados do último dia 17 de julho, o deputado federal José Augusto Maia (Pros/PE) expôs à tribuna a suposta tentativa de ter recebido proposta de “vantagem eleitoral” de candidatos do Pros nacional para apoiar a candidatura de Paulo Câmara (PSB) ao governo do Estado. O político, que é aliado de Armando Monteiro Neto (PTB), apesar de o partido ter declarado apoio a Câmara, classificou a abordagem como “indecorosa e vergonhosa”.

O encontro que garantiu o apoio do PROS ao PSB no Estado ocorreu no dia 12 de junho, no Hotel Atlante Plaza, em Boa Viagem. Participaram Eurípedes e os deputados federais Givaldo Carimbão (AL), Salvador Zimbaldi (SP), Ronaldo Fonseca (DF), Márcio Junqueira (RR) eMajor Fábio (PB). O mesmo grupo nomeou Gilson Lima para comandar o partido em Pernambuco.

Para a Folha de S. Paulo, Maia contou que resolveu revelar o caso depois de ter a candidatura à reeleição rejeitada pelo partido. O deputado, que pertencia ao PTB, só se filiou ao PROS com a garantia de que o partido iria apoiar a candidatura de Armando. Na manhã do dia 12, enquanto o PSB já havia convocado uma coletiva para marcar o apoio da legenda, Maia disse desconhecer a aliança.

Blog tentou entrar em contato com José Augusto Maia e com Eduardo da Fonte, mas não obteve retorno. A assessoria da campanha de Paulo Câmara informou que divulgará uma nota sobre o caso.

Leia a transcrição do discurso em que ele expôs o caso. O texto foi extraído do site da Câmara dos Deputados, em Brasília.

Reprodução do discurso na Câmara dos Deputados na sessão do dia 17 de julho.

Reprodução do discurso na Câmara dos Deputados na sessão do dia 17 de julho.

Tags: José Augusto Maia, Paulo Câmara, pp, PROS,
embate acirrado

Armando vai acionar MPE para investigar proposta de propina feita por grupo de Paulo Câmara

Publicado em 23/07/2014 às 12:52 por em Eleições, Notícias
Foto: BlogImagem

Foto: BlogImagem

Diante da denúncia revelada pelo deputado federal José Augusto Maia (PROS), nesta quarta-feira (23), sobre recebimento de “vantagem financeira” em troca de apoio, o candidato ao governo do Estado Armando Monteiro Neto (PTB) afirmou que vai recorrer ao Ministério Público Eleitoral (MPE) para aprofundar as investigações sobre o caso. O ex-presidente estadual do PROS disse, em entrevista à Folha de S. Paulo, que teria recebido e recusado uma proposta de propina para apoiar o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) ao Governo de Pernambuco.

“É possível inferir a gravidade dos fatos que estão ali apontados. Por isso, nossa coligação vai propor uma medida, que seria absolutamente imprescindível, que é a de que o Ministério Público Eleitoral apure profundamente os fatos que estão ali apontados”, afirmou.

Armando afirmou que não iria entrar no mérito do julgamento sobre a veracidade dos fatos. “Mas existem elementos gravíssimos na denúncia de José Augusto Maia”, frisou o ex-senador, durante agenda na manhã desta terça-feira (23), no escritório da campanha, na Avenida Rosa e Silva.

Segundo o candidato, ele ainda não teve tempo de conversar com José Augusto Maia depois da publicação da matéria. Maia é aliado de Armando, principal adversário de Câmara no Estado, e foi destituído do comando do PROS estadual no dia em que o partido anunciou o apoio do PSB.

O petebista ainda usou a proposta de fazer uma campanha limpa nas ruas para alfinetar o adversário. “Não é só uma expressão da limpeza urbana, da questão estética ou daquilo que possa afetar o padrão de convivência da cidade. É também algo que vai além. Uma campanha limpa na acepção mais ampla do termo”, disse.

Tags: Armando Monteiro Neto, José Augusto Maia, Paulo Câmara, Propina, psb, PTB,

Em Caruaru, João Lyra reúne prefeitos para pedir voto para Paulo Câmara

Publicado em 23/07/2014 às 10:59 por em Eleições, Notícias
Foto: reprodução do Facebook

Foto: reprodução do Facebook

O governador João Lyra Neto (PSB) reuniu um grupo de prefeitos e ex-prefeitos do Agreste, na noite dessa terça-feira (22), para pedir engajamento na campanha do ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) ao Governo do Estado. O encontro aconteceu no auditório do Cespam, em Caruaru.

Do encontro, participaram 19 prefeitos e dois representantes. “A reunião foi muito produtiva e muitas sugestões foram anotadas. O clima é de participação e entusiasmo”, avaliou o governador, por meio da sua página oficial no Facebook.

Lyra é responsável pela mobilização da campanha no Agreste. Vice do ex-governador Eduardo Campos (PSB), que disputa a Presidência da República, por sete anos, o caruaruense esperava ser escolhido como candidato, o que acabou não acontecendo.

Tags: caruaru, Eleições, Eleições 2014, Interior, João Lyra, Paulo Câmara, psb,
acusações

José Augusto Maia denuncia suposta proposta de propina para apoiar Paulo Câmara

Publicado em 23/07/2014 às 8:46 por em Eleições, Notícias
À direita, o novo presidente do PROS, Gilson Lima (Foto: Paulo Veras/BlogImagem)

Paulo Câmara, Raul Henry e o presidente do PROS em Pernambuco, Gilson Lima. Foto: BlogImagem

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o deputado federal José Augusto Maia (PROS) denunciou que teria recebido uma proposta de propina para apoiar o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) ao Governo de Pernambuco. Maia é aliado do senador Armando Monteiro Neto (PTB), principal adversário de Câmara no Estado, e foi destituído do comando do PROS estadual no dia em que o partido anunciou o apoio do PSB e que ele diz ter recebido a proposta de propina. De acordo com informações publicadas pelo jornal, o suposto valor girava em torno de R$ 6 milhões.

Segundo o jornal paulista, Maia teria recebido a proposta tanto do presidente nacional do PROS, Eurípedes Jr., quanto do deputado federal Eduardo da Fonte, presidente do PP em Pernambuco e líder da bancada PP-PROS na Câmara Federal. O nome do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), também foi citado como a pessoa capaz de resolver o problema da candidatura de Maia. Geraldo é um dos coordenadores da campanha de Câmara.

O encontro que garantiu o apoio do PROS ao PSB no Estado ocorreu no dia 12 de junho, no Hotel Atlante Plaza, em Boa Viagem. Participaram Eurípedes e os deputados federais Givaldo Carimbão (AL), Salvador Zimbaldi (SP), Ronaldo Fonseca (DF), Márcio Junqueira (RR) eMajor Fábio (PB). O mesmo grupo nomeou Gilson Lima para comandar o partido em Pernambuco.

Para a Folha de S. Paulo, Maia contou que resolveu revelar o caso depois de ter a candidatura à reeleição rejeitada pelo partido. O deputado, que pertencia ao PTB, só se filiou ao PROS com a garantia de que o partido iria apoiar a candidatura de Armando. Na manhã do dia 12, enquanto o PSB já havia convocado uma coletiva para marcar o apoio da legenda, Maia disse desconhecer a aliança, em contato com o Blog.

RESPOSTA – O Blog de Jamildo tentou contato com José Augusto Maia e com Eduardo da Fonte, mas não conseguiu ser atendido. A assessoria da campanha de Paulo Câmara informou que divulgará uma nota sobre o caso. Já a Prefeitura do Recife disse que o prefeito não está envolvido com a negociação com o PROS e que Maia não confirmou encontro com o socialista na matéria.

Ao jornal paulista, todos os envolvidos negaram a história do deputado. Eduardo da Fonte tratou a denúncia como absurdo e disse ser fruto do “delírio do delírio”. Gilson Lima afirmou que Maia está ressentido e cobrou que ele prove o que disse. Já Eurípedes disse que o deputado escondeu do partido uma prestação de contas rejeitadas da época em que era prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste.

Tags: Armando Monteiro Neto, Eduardo da Fonte, Eleições, Eleições 2014, José Augusto Maia, Nova Política, Paulo Câmara, pp, PROS, psb, PTB,
eleições 2014

Primeiro debate oficial: Zé Gomes ataca e Paulo Câmara defende legado socialista

Publicado em 22/07/2014 às 13:13 por em Eleições, Notícias
Foto: BlogImagem

Foto: BlogImagem

Os candidatos Paulo Câmara (PSB) e Zé Gomes (PSOL) participaram na manhã desta terça-feira (22) do primeiro debate oficial entre os postulantes ao cargo de governador de Pernambuco, promovido pela Associação das Empresas de Planejamento e Consultoria Empresarial do Nordeste (ASSEMP) e pelo Clube de Engenharia de Pernambuco. Paulo Câmara se deteve em apresentar dados da gestão PSB, sempre seguido por Gomes, que os rebatia com críticas.

A mobilidade foi o tema mais abordado no início do debate. Zé Gomes iniciou o ciclo de perguntas e resposta fazendo críticas às obras de mobilidade e investimentos em transporte público executados pela gestão do PSB. “O modelo de transporte público adotado em Pernambuco é um modelo errado, ruim e que deixa o trânsito ainda mais lento”, disse o candidato do PSOL se referindo às obras do BRT e defendendo o VLT (veículo leve sobre trilhos) como proposta para resolver o problema.

Em rebate às alegações do adversário, Paulo Câmara defendeu a importância da implementação do BRT e apresentou números referentes aos investimentos em transporte público nos sete anos e meio da gestão socialista em Pernambuco. Sobre o VLT e o metrô, o candidato da Frente Popular por Pernambuco responsabilizou o Governo Federal pelo baixo investimento no setor, afirmando que linhas férreas são de responsabilidade administrativa da União, “Como governador, vamos cobrar para que haja uma ação”, completou.

Quando a educação entrou na pauta do debate, Câmara apresentou dados sobre a ampliação das escolas em período integral em Pernambuco e os altos índices alcançados por elas nas avaliações nacionais.  Zé Gomes alegou existir um ‘apartheid’ na educação pública de Pernambuco: “Quando o candidato Paulo fala de educação, cita apenas as escolas em período integral, que, por motivos óbvios, são melhor avaliadas. Fica claro que há dois modelos de educação pública em Pernambuco e é preciso agir par que este ‘apartheid’ acabe”.

A saúde pública no estado foi o mote para que Zé Gomes soltasse a frase: “Obras de ficção não resolvem problemas”, em resposta à postura de Paulo Câmara que, na maior parte do debate, se manteve apresentando dados da gestão do ex-governado e presidenciável Eduardo Campos (PSB), da qual fez parte.

Tags: Eleições 2014, Paulo Câmara, psb, psol, Zé Gomes,