Arquivo da tag: Paulo Câmara

cobranças

Silvio Costa Filho denuncia atraso e paralisação em construções de escolas na Mata Sul

Publicado em 21/05/2015 às 9:24 por em Notícias
Deputado cobra do governo construção de escolas na Mata Sul. Foto: João Bita / Alepe

Deputado cobra do governo construção de escolas na Mata Sul. Foto: João Bita / Alepe

O governador Paulo Câmara (PSB) assinou em janeiro deste ano, na Mata Sul, ordens de serviço para a construção e reforma de 13 escolas estaduais da Região. Porém, o líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Silvio Costa Filho (PTB) denunciou em plenário realizado nesta quarta-feira (20), que quase cinco meses depois, a maior parte destas escolas encontra-se com as obras paralisadas ou em ritmo muito lento.

“O governador Paulo Câmara, nos primeiros dias de sua gestão, foi a Palmares para assinar a ordem de serviço de reforma e construção de 13 escolas. Deste total, no entanto, apenas 05 unidades estão com suas obras em andamento. Já oito escolas enfrentam problemas, com obras em ritmo extremamente lento, ou totalmente paralisadas”, afirmou Silvio.

As ordens de serviço foram assinadas durante um ato feito no dia 05 de janeiro, no município de Palmares, onde o governador estava com todo seu secretariado.

Silvio Costa Filho lembrou que as escolas devem atender a municípios como Água Preta, Cortês, Quipapá, Sirinhaém, Barreiros e Palmares. “O que os professores, a população e lideranças da Mata Sul têm denunciado é que, desde a assinatura das ordens de serviço, oito das unidades enfrentam problemas na execução dos serviços”, ressaltou o deputado.

Ele citou os exemplos das escolas Carlos de Lima Cavalcanti, em Cortês, e Fernando Augusto Lima, em Palmares. E disse estar preocupado porque é um investimento da ordem de mais de R$ 28 milhões. Segundo o deputado as obras deveriam inclusive ter sido realizadas desde 2010, dentro da Operação Reconstrução realizada pelo Governo do Estado para recuperar a região após as enchentes.

A operação foi lançada pelo então governador Eduardo Campos, a iniciativa previa a realização de um conjunto de ações para reestruturar os 41 municípios da Mata Sul e Agreste pernambucano, atingidos pelas enchentes de 2010.

Silvio informou que a Bancada de Oposição organizará uma visita às obras das escolas, para vistoriar a situação e cobrar que elas sejam aceleradas. “Nós já solicitamos uma ida de representantes do governo, da oposição, de membros da Comissão de Educação, para fazer uma vistoria destas obras e verificar em que estágio estão para que tenhamos os devidos esclarecimentos sobre esta paralisia”, disse Silvio.

Serro Azul – Silvio aproveitou o pronunciamento para também cobrar a conclusão da barragem de Serro Azul, no município de Palmares, e anunciar uma visita dos deputados à obra agora no mês de junho.

“O governo federal já repassou mais de R$ 200 milhões para a obra. Já o Governo do Estado, que tinha pelo projeto uma contrapartida de R$ 140 milhões, só repassou R$ 70 milhões. E a obra anda a passos lentos porque infelizmente a gestão estadual não está tendo a capacidade de poder cobrir este passivo. Todos nós estamos na expectativa. Esta barragem era para ter sido entregue desde 2014“, cobrou.

 

Tags: Alepe, cobrança, construção, Eduardo Campos, escolas, Mata Sul, obras, Palmares, Paulo Câmara, Plenário, Sílvio Costa Filho,
Economia

Governo estadual celebra redução de gastos com a máquina pública

Publicado em 20/05/2015 às 8:11 por em Notícias
Fotos: Aluísio Moreira/SEI.

Fotos: Aluísio Moreira/SEI.

Por Franco Benites
Do Jornal do Commercio desta quarta-feira (20).

Falta pouco mais de uma semana para a gestão Paulo Câmara (PSB) divulgar o relatório fiscal do quadrimestre, que apontará como estão as finanças do Estado neste início de ano.

Entre os governistas não há expectativas de que os números sejam positivos, mas todos ressaltam que a administração estadual está fazendo sua parte para reduzir despesas e garantir que as políticas públicas essenciais não sejam atingidas.

A Controladoria Geral do Estado (CGE), responsável por executar o Plano de Contingenciamento de Gastos (PCG) instituído em fevereiro, aponta para uma economia de R$ 200 milhões já alcançada.

A tendência é de que as medidas para reduzir o custeio da máquina pública sejam ampliadas após a divulgação oficial do relatório fiscal. “Estão sendo pactuadas para os próximos meses, diversas economias junto aos órgãos públicos.

A atuação está relacionada, diretamente, com as despesas de custeio da máquina, trabalhando sempre em temas como publicidade, locação de veículos, passagens, diárias, serviços terceirizados, telemática e telefonia”, detalha o secretário da CGE, Rodrigo Amaro.

De acordo com a Controladoria Geral, o governo Paulo Câmara economizou R$ 40 milhões nos contratos terceirizados, R$ 3,5 milhões com gasolina, R$ 9,3 milhões com aluguel de carros, R$ 1,6 milhão em telefonia e R$ 1,6 milhão com a manutenção da frota. Até o momento, segundo Rodrigo Amaro, houve a devolução de 42 carros e a meta é que esse número chegue a 100 veículos.

REUNIÕES EM BRASÍLIA -
O governador está hoje em Brasília para três compromissos na capital federal. Às 11h, ele participa de um reunião dos governadores com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). À tarde, Paulo Câmara irá a uma audiência com a representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil, Daniela Carrera Marques, e depois se encontrará com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

Na reunião com Renan Calheiros, Paulo Câmara vai defender o seu ponto de vista sobre o pacto federativo. “A redefinição de um novo pacto é fundamental. As dificuldades enfrentadas por Estados e municípios decorrem principalmente da concentração de receitas que tem ocorrido nos últimos 25 anos por parte da União”, destacou o governador.

Tags: finanças, Paulo Câmara, psb, RELATÓRIO,
Reunião

Paulo trata de pacto federativo com presidente do Senado

Publicado em 19/05/2015 às 8:20 por em Notícias
Paulo Câmara em entrevista à Rádio jornal. Foto: Heudes Régis/JC Imagem.

Paulo Câmara em entrevista à Rádio jornal. Foto: Heudes Régis/JC Imagem.

Por Franco Benites
Do Jornal do Commercio desta terça-feira (19).

O governador Paulo Câmara (PSB) confirmou presença na reunião que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), agendou com todos os chefes de Executivo do País amanhã às 11h no Salão Negro do Congresso Nacional. Na pauta do encontro, discussões sobre pacto federativo, ajuste fiscal e a implementação de uma agenda que ajude os Estados no atual momento de crise econômica.

De acordo com o site do Senado, a reunião terá a participação do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB), parlamentares, líderes partidários e secretários estaduais. Paulo viajará na noite de hoje para Brasília na companhia de José Neto (Assessoria Especial) e Márcio Steffani (Fazenda).

O formato do encontro ainda não está totalmente definido, mas a expectativa é de que haja um espaço para que os governadores possam falar sobre seus respectivos Estados. No caso de Pernambuco, a pauta principal que será levada para explanação será definida apenas hoje, mas a linha não deve ser muito diferente do que já foi apresentado pelo governador em reuniões com a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Desde o ano passado, quando já estava eleito, mas ainda não tinha assumido o governo, Paulo Câmara vem defendendo a importância de se firmar um novo pacto federativo. Em novembro de 2014, ele abordou o assunto em um evento do Tribunal de Contas da União (TCU).

Em abril deste ano, no III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento realizado pela Frente Nacional de Prefeitos em Brasília, o governador pernambucano voltou a abordar o tema e pregou mais equilíbrio entre as responsabilidades da União, Estados e municípios.

A avaliação é de que a iniciativa de Renan Calheiros de convocar uma reunião com os governadores é uma maneira mostrar que o Senado está mais atento às articulações com os gestores do que o governo federal. O encontro de amanhã ocorre poucos dias antes da Marcha dos Prefeitos, programada para se realizar entre 25 e 28 deste mês também em Brasília.

QUADRIMESTRE

Embora a oposição tenha pressionado o governo estadual para antecipar a apresentação do balanço do quadrimestre fiscal, Márcio Stefanni afirmou que usará o prazo legal a que tem direito – 30 de maio – para divulgar o relatório. Os oposicionistas, capitaneados pelo deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB), queriam que os dados fossem apresentados amanhã pelo secretário da Fazenda em uma audiência pública na Assemblea Legislativa de Pernambuco.

Os dados do quadrimestre são referentes aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril, mas o governo estadual é amparado pela Lei de Responsabilide Fiscal (LRF) e não é obrigado a apresentar o relatório antes do dia 30 de maio. Apesar dos governistas não falarem abertamente sobre os números, a previsão é de que o balanço aponte para um cenário desanimador do ponto de vista fiscal e econômico. Em discursos e entrevistas, Paulo Câmara (PSB) já vem adiantando que os primeiros quatro meses do ano foram muito duros para a administração estadual.

Tags: governador, Paulo Câmara, PMDB, psb, Renan Calheiros, senado,
estaleiro

Dilma volta ao Estaleiro em um momento de incertezas e demissões

Publicado em 14/05/2015 às 11:35 por em Notícias

navio

IPOJUCA – Mais de um ano depois de pisar no Estaleiro Atlântico Sul (EAS) em Ipojuca, no Grande Recife, ao lado da ex-presidente da estatal Graça Foster, a presidente Dilma Rousseff (PT) volta ao local nesta quinta-feira (14) para lançar ao mar o navio André Rebouças e batizar o Marcílio Dias. Os dois são do tipo Suezmax.

O governador Paulo Câmara (PSB) e o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) foram à Base Aérea do Recife recepcionar a presidente. O evento marca ainda o primeiro evento público da presidente Dilma Rousseff ao lado do atual presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, nomeado em fevereiro último.

Dilma, porém, desembarca no estaleiro em um momento de incertezas e demissões. Foram 1.400 trabalhadores dispensados, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, resultado dos casos de corrupção levantados na Operação na Lava Jato.

A intenção é que a visita marque a retomada da agenda positiva do governo federal e da Petrobras. A expectativa de parlamentares ligados à presidente é que a visita seja marcada por anúncios positivos para o setor naval.

O EAS foi contratado pela Sete Brasil, que nasceu como a maior fornecedora da Petrobras ao fazer 29 encomendas em cinco estaleiros no País. Após estar no epicentro dos escândalos, a Sete Brasil parou de pagar ao EAS.

RADIOGRAFIA – Os navios do tipo Suezmax pesam 157 mil toneladas e tem 274 metros. O calado é de 17 metros. A embarcação é destinada ao transporte de óleo cru e tem capacidade de carregamento na faixa de 140 mil a 175 mil toneladas.

HOMENAGENS - André Rebouças deu grandes contribuições para a construção do Brasil no século 19 e teve participação importante no movimento abolicionista, além de implementar no país técnicas inovadoras de engenharia, incluindo o uso do concreto armado. Já Marcílio Dias, marinheiro de origem humilde,  é um herói histórico da Marinha de Guerra brasileira.

Tags: Dilma, EAS, Geraldo Julio, graça foster, Paulo Câmara, psb, Suape, Suezmax,
legislativo

Oposição cobra contas do 1º quadrimestre e denuncia inadimplência com Sassepe

Publicado em 13/05/2015 às 10:06 por em Notícias
Foto: reprodução/Facebook

Foto: reprodução/Facebook

Por Ayrton Maciel, do Jornal do Commercio.

Em clara estratégia política de emparedar os governos do PSB em Pernambuco, hoje comandado por Paulo Câmara (PSB), com críticas, denúncias e cobranças, a oposição voltou a atacar o Executivo Estadual, nesta terça-feira (12), agora em duas frentes: a arrecadação estadual do primeiro quadrimestre de 2015 e a acusação de que o Estado deve R$ 30 milhões ao Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores (Sassepe), dívida que tem atrasado pagamentos de despesas e serviços do Hospital dos Servidores e de cooperativas de prestadores de serviços.

O líder da oposição, Sílvio Costa Filho (PTB) ocupou a tribuna para cobrar a apresentação do balanço fiscal do quadrimestre, embora o governo tenha até 30 de maio para apresentar as contas, e sugeriu que a Mesa da Casa convoque o secretário da Fazenda, Márcio Stefanni, para esclarecer o quadro fiscal do Estado. O petebista ressaltou que o governo federal já apresentou as contas do quadrimestre, não tendo explicação para o governo estadual revelar sua situação financeira no final do mês.

“Tivemos acesso às contas do governo federal e temos a informação de que o Fundo de Participação Estadual (FPE) de Pernambuco teve um incremento de R$ 48 milhões. Os deputados, servidores públicos e prestadores de serviço querem conhecer a saúde fiscal do Estado. O desequilíbrio das contas estaduais tem causado problemas na saúde, educação e segurança pública. É importante que o governo apresente os números porque há compromissos firmados com categorias de servidores, como no caso do piso salarial da educação”, apontou Sílvio Filho.

O líder da oposição emendou a cobrança das contas do Estado com a situação financeira do Sassepe, que atende a 182 mil servidores, dos quais 100 são titulares e 82 mil dependentes. Sílvio Filho disse que o quadro de inadimplência estaria afetando a qualidade dos serviços e o desempenho de servidores e terceirizados. “Não há reposição dos quadros que se aposentam, faltam médicos e medicamentos (no hospital) e nem todos os exames estão seno feitos. O Estado deve mais de R$ 30 milhões ao Sassepe” destacou.

Em defesa do governo, o vice-líder da bancada governista, Lucas Ramos (PSB), concordou com a convocação do secretário da Fazenda, pediu paciência e alegou haver tempo para que as contas do Estado sejam apresentadas na Casa. “Stefanni virá como veio apresentar as contas do último trimestre de 2014. Estamos com 12 dias de maio, talvez seja cedo cobrar agora. Temos 30 dias para isso, mas como o governo federal fez, temos também condições de fazer. Quanto ao Sassepe, trata-se de um plano deficitário, mas o que for possível fazer para reguralizá-lo, será feito”, assegurou Ramos.

“Toda vez que há problema no cofre do Estado, o Sassepe fica ameaçado. Não há mais condições de aumentar as alíquotas dos servidores. Já fizemos isso duas vezes (nos últimos governos)”, lembrou Teresa Leitão (PT).

No debate, ficou acertado a composição de uma delegação para visitar o IRH ( Instituto de Recursos Humanos) e o HSE na próxima segunda-feira (18). Em resposta aos ataques da oposição, o IRH, que administra o Sassepe, emitiu nota afirmando que o plano do servidores está sendo “administrado por uma gestão técnica” e que, no momento, passa por reestruturação com apoio da Secretaria de Administração e do governo do Estado. O órgão destacou as metas são “garantir mais acesso e a melhoria na qualidade dos serviços”, com foco no Hospital dos Servidores (HSE) e na rede credenciada.

Na nota, o IRH ressalta, ainda, que o governo estadual garantiu, para este ano, incrementar o repasse de recursos para o Sassepe, em relação a 2014, no valor de R$ 4,6 milhões. Revela que está concluindo levantamento dos números do histórico do passivo da instituição, visando adotar medidas para equacionar o montante, o já estaria ocorrendo – segundo a nota – com fornecedores e prestadores de serviço. O IRH assegura que “não houve redução dos serviços prestados”, e sim que, nos primeiros quatro meses, houve ampliação no número de cirurgias e no número de leitos de UTI do HSE.

Tags: Paulo Câmara, psb, Sassepe, Sílvio Costa Filho,
cobranças

Deputados e vereadores da oposição do Recife definem agenda conjunta de fiscalização e cobranças

Publicado em 12/05/2015 às 10:19 por em Notícias
Foto: Bancada de Oposição/Alepe

Foto: Bancada de Oposição/Alepe

Um encontro foi realizado nessa segunda-feira (11), entre os deputados da bancada de oposição na Assembleia Legislativa (Alepe) e os vereadores que fazem oposição à gestão municipal na Câmara do Recife, para tratar uma agenda conjunta de atuação.

Os parlamentares acreditam que o modelo de gestão adotado nos últimos anos pelo PSB, tanto em âmbito estadual quanto no Recife, já apresenta sinais de esgotamento. Por isso o objetivo da reunião é dar ainda mais visibilidade ao papel de fiscalização e compartilhar as cobranças feitas aos governos do PSB no Estado e na capital pernambucana.

Líder da oposição na Alepe, Silvio Costa Filho (PTB) falou que durante a reunião ficou clara uma grande sintonia entre o que os deputados e vereadores já têm realizado e pretendem realizar no parlamento. “A reunião serviu para combinarmos uma atuação conjunta sobre os principais temas do Recife e também da Região Metropolitana. Queremos inclusive ampliar este contato com vereadores dos municípios da RMR para debatermos as questões que afetam a região metropolitana e que são de responsabilidade do Governo do Estado e das gestões municipais”.

O deputado antecipa que o primeiro passo do grupo é realizar um amplo diagnóstico dos principais problemas da Cidade do Recife e que serão realizadas audiências públicas de forma conjunta, com o intuito de debater sobre os projetos do PSB. “O projeto do PSB já dá sinais de esgotamento em algumas políticas públicas, a exemplo da saúde, educação, transporte coletivo e mobilidade urbana, além do aumento da violência e da epidemia das drogas no Recife”, justifica o deputado estadual.

O vereador Jurandir Liberal (PT), que também esteve no encontro e contou que este é um padrão de relação onde todos ganham principalmente a população. “Com esta articulação fortalecemos ainda mais o papel de independência do Poder Legislativo, ampliamos nossa capacidade de atuação e o debate sobre os problemas de nossa cidade e do nosso Estado. Tenho certeza que essa parceria com a bancada de oposição na Assembleia será muito produtiva”, afirma o vereador do Recife.

Para Jurandir o primeiro contato serviu para uma troca de impressões sobre o trabalho dos dois grupos e uma avaliação das gestões Paulo Câmara e Geraldo Julio, mas que uma nova reunião já foi agendada para a próxima segunda-feira (18). “No próximo encontro vamos aprofundar a elaboração de uma agenda de iniciativas conjuntas”, informa.

Tags: Alepe, Geraldo Julio, Jurandir Liberal, Paulo Câmara, psb, PT, Sílvio Costa Filho,
mas faltam as barragens

Paulo Câmara vai à Mata Sul para abrir cadastro do Chapéu de Palha

Publicado em 10/05/2015 às 15:55 por em Notícias
Paulo Câmara durante avaliação do programa Mãe Coruja. Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem.

Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Programa social para oferecer estrutura para trabalhadores rurais na entressafra, o Chapéu de Palha terá cadastro iniciado para 28 municípios da Zona da Mata Sul nesta segunda-feira (11).

A abertura será em evento com o governador Paulo Câmara (PSB), às 10h, no Ginásio Esportivo Municipal Fernando de Barros, no município de Catende.

Os beneficiários podem receber até quatro parcelas de R$ 246,45 e participar de um dos cursos oferecidos pelo programa. O cadastro para os trabalhadores da Mata Norte foi feito em abril. Foram inscritas 10,7 mil pessoas.

MAS… - A região, atingida por cheia há cinco anos, ainda aguarda a conclusão de barragens. Uma delas é Serro Azul, a maior das cinco barragens que foram projetadas para acabar com as enchentes, que está com 80% das obras concluídas. A construção começou em 2012, com previsão de terminar em 18 meses.

Na região de Catende, município que o governador visitará nesta segunda-feira, fica a barragem de Igarapeba. Com investimento de R$ 139 milhões, as obras estão 30% concluídas.

Tags: Chapéu de Palha, Mata Sul, Paulo Câmara,
pede diálogo

Paulo Câmara critica acampamento em frente ao prédio de Geraldo Julio

Publicado em 08/05/2015 às 13:37 por em Notícias
Em encontro com governadores do NE, Paulo Câmara prega diálogo aos integrantes do Estelita. Foto: Ennio Benning/Reprodução Facebook.

Em encontro com governadores do NE, Paulo Câmara prega diálogo aos integrantes do Estelita. Foto: Ennio Benning/Reprodução Facebook.

Com informações de Jamildo Melo, de Natal (RN)

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), criticou nesta sexta-feira (8) a ocupação em frente à casa do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), que é seu aliado político. Desde a noite dessa quinta-feira (7), integrantes do Ocupe Estelita estão acampados em frente ao prédio do prefeito, localizado no bairro da Torre, Zona Oeste do Recife.

LEIA MAIS:
»  Acampados em frente ao prédio do prefeito, manifestantes passam noite tranquila
» Não queremos atrapalhar moradores; nosso problema é o prefeito, diz integrante do Ocupe Estelita

“Geraldo conduziu muito bem esse processo, deu ampla oportunidade de discussão, realizou plenárias, avançou e melhorou em relação ao projeto de 2012. Já foram feitas várias audiências, então a população tem que entender que há instituições e o estado de direito”, comentou o governador, durante o encontro com os gestores do Nordeste, em Natal.

O grupo decidiu se instalar na calçada do edifício como alternativa para pressionar o executivo municipal, após a aprovação na Câmara de Vereadores e sanção de Geraldo do plano urbanístico do Cais José Estelita, no bairro de Santo Antônio, que permite a construção do Projeto Novo Recife, que prevê 13 torres na área.

Pregando o diálogo, o governador reforça que ainda é possível discutir o tema, mas critica que os integrantes estão conduzindo o protesto. “A oportunidade de discussão ainda existe, mas tem que haver a discussão adequada”, afirmou Câmara.

Tags: ocupação, Paulo Câmara, prefeito,
expectativas do governo

Obras em Pernambuco serão discutidas com Joaquim Levy

Publicado em 07/05/2015 às 15:10 por em Notícias
Paulo Câmara está com expectativa de destravar obras com ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Foto: Roberto Pereira/SEI.

Paulo Câmara está com expectativa de destravar obras com ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Foto: Roberto Pereira/SEI.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), viaja ainda nesta quinta-feira (7) para o Rio Grande do Norte, onde irá participar de um encontro com outros governadores do Nordeste e com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Sobre o encontro, o gestor comentou que a expectativa é dar ritmo a obras que estão paralisadas e dependem de recursos federais.

“A expectativa de amanhã é obter esclarecimento de alguns pontos, se há janela para o início da possibilidade de contratação de operações de crédito, mesmo que fique para 2016 o desembolso, a questão das obras em andamento, se vão ganhar um novo ritmo já que o ritmo das obras estão a quem do que possa ser possível e se as obras novas realmente vão ter condições de ser iniciadas em 2015″, comentou Paulo Câmara, durante o lançamento de medidas para melhorar o Pacto Pela Vida.

O encontro dos governadores, marcado para esta sexta-feira (08), no Centro de Convenções de Natal, será o terceiro desde que os gestores foram eleitos em 2014. Na ocasião, os participantes deverão debater os problemas da região. Com a presença do ministro da Fazenda os gestores poderão aprofundar demandas levadas à presidente Dilma Rousseff (PT) em março.

FUSÃO – Sobre as divergências internas que estão ocorrendo no PSB devido a uma possível fusão com o PPS, Paulo Câmara contou que acha normal haver a discussão.

“O partido tomou uma decisão a partir da executiva nacional de discutir a fusão. Há muitas vozes divergentes, muitas vozes a favor, então é um processo maduro que está sendo feito. O que nós queremos é um partido cada vez mais forte, um partido que pense um Brasil diferente e que possa mais a frente ser uma opção de governo, para a implantação de ideias novas”.

Tags: encontro, fusão, governador, Joaquim Levy, Ministro da Fazenda, obras, Paulo Câmara, Pernambuco, pps, psb,
Concurso

Governador anuncia concurso público para Polícia Militar e Civil ainda este ano

Publicado em 07/05/2015 às 13:36 por em Notícias
Paulo Câmara anuncia concurso público para policiais. Foto: Roberto Pereira/Sei

Paulo Câmara anuncia concurso público para policiais. Foto: Roberto Pereira/Sei

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou nesta quinta-feira (07), no Palácio do Campo das Princesas, a abertura de concurso público com 1.500 vagas para Policiais Militares (PMs) e 500 para policiais civis. A previsão é que o edital seja publicado ainda em 2015.

O novo concurso deve abrir 316 vagas para a polícia científica, 50 cargos de escrivão, 1.500 vagas para soldado da Polícia Militar e 500 vagas para agentes da Polícia Civil.

Com essa medida, o governador tenta reagir ao aumento nos números de homicídios no Estado este ano. Atualmente, Pernambuco está com uma média de mais de dez homicídios por dia.

Sobre as ações tomadas para mudar este cenário Paulo Câmara destacou que o governo já traçou um plano determinado para as áreas onde houve aumento da violência. A medida deve ser colocada em prática ainda este mês.

O governador também demonstrou insatisfação ao falar dos números negativos do programa de combate à violência.

“Não estamos satisfeitos com esses números. Pernambuco aumentou a violência em 2014 e não conseguimos ainda diminuir em 2015. Mas esse trabalho é incansável, é um trabalho que vai seguir as orientações do Pacto Pela Vida, uma política que foi feita buscando reduzir e obteve êxito, foram mais de 9 mil vidas salvas nos últimos oito anos, diminuiu mais de 30% a violência, mas precisa ser trabalhado e aprimorado todo dia”, afirmou o governador.

Paulo também assinou um documento para criação do Selo de Comprometimento Social do Pacto pela Vida. A ação visa dar foco na prevenção junto aos jovens, ampliando o Programa Jovem Aprendiz, que receberá 400 vagas para egressos do sistema socioeducativo da Funase.

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude anunciou também a ampliação de 2% para para 5% no número de vagas destinadas a jovens que cumpriram medida socioeducativa em órgãos do governo.

CÂMERAS – Outra ação para reduzir a violência  é a ampliação do sistema de monitoramento com uso de câmeras de segurança. Cem câmeras das atuais existentes serão deslocadas para pontos mais altos do Recife. Com isso, o alcance da imagem, que hoje é de 400 metros, poderá passar a até 3 quilômetros.

Tags: concurso, homicídios, Paulo Câmara, Pernambuco, polícia,