publicidade
16/09/17
Foto: Leonardo Prado/MPF
Foto: Leonardo Prado/MPF

Janot se despede, ganha arco e flecha e diz que valeu cada minuto até de sofrimento

16 / set
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 8:30

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se despediu do cargo em cerimônia para integrantes do Ministério Público, em Brasília, nessa sexta-feira (15), último dia útil do seu mandato à frente do órgão. Na solenidade, ele foi presenteado pela tribo Xokó, de Sergipe, com um arco e flecha, em referência à frase que disse em uma palestra sobre novas denúncias contra Michel Temer (PMDB): “Enquanto houver bambu, lá vai flecha”.

A declaração foi usada pela defesa do presidente para pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspeição de Janot, para que ele não pudesse mais atuar nos casos contra Temer. Por unanimidade, a Corte negou o recurso e, na quinta-feira (14), o procurador apresentou a segunda denúncia contra o peemedebista, incluindo também os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência), além de nomes do partido.

Auxiliares de Janot apresentaram na sua despedida um relatório com os números dos dois últimos anos em que ele foi chefe da procuradoria e ele também discursou. “Juntos vivemos e escrevemos um capítulo muito especial na história do país e do Ministério Público. A esperança ainda triunfa nesta casa. Valeu a pena para mim cada minuto de labuta, e até de sofrimento”, afirmou. Janot deixa o cargo neste domingo (17) e Raquel Dodge assume na segunda-feira (18).

Veja o relatório:



PUBLICIDADE
FECHAR