publicidade
13/09/17
Foto: Chico Ferreira/Divulgação
Foto: Chico Ferreira/Divulgação

Cabral abre campanha contra venda da Chesf e acusa ministro de ingratidão

13 / set
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 21:31

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) criticou o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, pela declaração de que a companhia não investiu na revitalização do rio São Francisco. Cabral é contra a privatização do órgão, que deve ser vendido junto à Eletrobras e lançou nesta quarta-feira (13) uma campanha contra a desestatização.

LEIA TAMBÉM
» Em Suape, Fernando Filho reclama que venda da Chesf seja usada como palanque
» Deputados prometem entrar na Justiça contra privatização da Chesf
» Contra privatização, governadores do Nordeste propõem desvincular a Chesf da Eletrobras

“Se não fosse a Chesf, não existiria Sobradinho nem o polo de fruticultura irrigada, orgulho do povo de Petrolina, terra do ministro, existiria. Foi uma fala que representou um ato de ingratidão com o povo brasileiro, justamente ele que é de uma cidade que deve muito ao rio São Francisco, à própria Chesf”, afirmou o deputado.

O reduto eleitoral de Fernando Filho é Petrolina, no Sertão pernambucano, cidade banhada pelo rio e que tem a economia movida pela fruticultura irrigada. O prefeito do município é o irmão dele, Miguel Coelho (PSB).

A briga contra a privatização da Chesf passa também pela disputa política entre nomes do PSB ligados ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o pai de Fernando Filho, o senador Fernando Bezerra Coelho. Agora no PMDB, ele pretende levar o partido, que é o principal aliado dos socialistas no Estado, para a oposição e emplacar o nome do ministro para uma candidatura contra Paulo.



PUBLICIDADE
FECHAR