publicidade
08/09/17
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

FBC coloca filho como alternativa para disputa com Paulo Câmara

08 / set
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 9:43

Agora no PMDB, o senador Fernando Bezerra Coelho ficou à vontade para criticar publicamente, em entrevista à Rádio Jornal nesta sexta-feira (8) o governador Paulo Câmara (PSB), a quem vai fazer oposição nas eleições de 2018. Articulando a frente de oposição que havia anunciado com os quatro ministros e o colega de Congresso Armando Monteiro Neto (PTB), foi colocado pelo presidente nacional do partido, Romero Jucá, como o candidato contra o governador, que vai tentar reeleição.

Na entrevista, porém, fez coro às conversas de bastidores e defendeu o nome do filho, o ministro Fernando Filho (Minas e Energia) como alternativa. “Ele é um quadro muito promissor pelo trabalho que vem desenvolvendo à frente do ministério”, justificou.

LEIA TAMBÉM
» FBC diz que pediu a Jucá para informar a Jarbas condições de ida ao PMDB
» Impopularidade de Temer é passageira, diz Fernando Bezerra

O senador lembrou que o rompimento com o governador, também vice-presidente do PSB, não vem de agora e enfatizou que ele foi contra a nomeação de Fernando Filho para o ministério e colocou a candidatura de Tadeu Alencar (PE) para a liderança na Câmara, que acabou derrotado por Tereza Cristina (MS), outro nome divergente procurado. “Não teve ninguém que desejasse mais participar do governo Paulo Câmara do que eu. E isso não se deu no início, no meio”, disse. “Foi uma série de atitudes tomadas pelo governador, pelo PSB e por nós.”

» Agora no PMDB, FBC vira vice-líder do governo. PSB escolhe novo líder terça
» FBC chega ao PMDB defendendo reformas de Temer
» Jucá diz que acertou troca no PMDB com Jarbas; deputado nega e critica FBC

Fernando Bezerra Coelho disse que a situação econômica do Estado não é positiva e criticou também a crescente violência, o que deve ser a pauta das eleições. “O processo que desejamos implementar no PMDB de Pernambuco com apoio da executiva nacional é preparar o partido para eleições majoritárias”, afirmou. A articulação faz parte de um plano nacional para tentar montar bases para uma candidatura própria à presidência em 2022.

» FBC será candidato do PMDB em Pernambuco, confirma Jucá
» Jucá diz que PMDB articula candidato à presidência em 2022

A filiação de FBC provocou atrito no PMDB local, tradicionalmente comandado pelo deputado federal Jarbas Vasconcelos, aliado de Paulo Câmara. Com o Fernando à frente do partido, ele teria a candidatura ao Senado.

Ele não adiantou como seria a acomodação dos outros nomes do palanque de oposição já lançado para 2018, mas disse que outros partidos – além de DEM, PSDB E PTB – já estão sendo procurados, inclusive aqueles que estão na base de Paulo Câmara. A expectativa é de que a frente esteja definida até março do ano que vem. “Essa frente política que está em construção, além de apresentar as melhores propostas, vai apresentar os melhores quadros”, defendeu.



PUBLICIDADE
FECHAR