25/set
silvio costa filho

Sílvio Costa Filho diz que há “negligência e omissão” de Paulo Câmara sobre segurança

25 / set
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 17:42

Líder da bancada de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual Sílvio Costa Filho (PRB) afirmou neste domingo (25) que há “negligência e omissão” do socialista na área de segurança. O parlamentar se posicionou em nota após a entrevista em que o mentor do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton, diz que o programa “morreu”. O deputado, que também é candidato a vice-prefeito do Recife na chapa de João Paulo (PT), também criticou o prefeito Geraldo Julio (PSB), aliado do governador.

» Leia a íntegra da nota de Sílvio Costa Filho:

“Desde o início de 2015, a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) vem chamando a atenção para o crescimento da violência no Estado e no Recife.

Infelizmente, no último mês de agosto, os números de homicídios registrados pela Secretaria de Defesa Social indicam o terceiro ano consecutivo de aumento nas taxas. Nos últimos três anos foram 33% a mais de assassinatos no Estado e 43% no Recife.

LEIA TAMBÉM
» “Pacto pela Vida morreu”, diz mentor do programa

Mais do que isso, o clima de insegurança amedronta toda a sociedade. Só no ano passado foram cometidos mais de 30 mil crimes violentos contra o patrimônio, que inclui ataques a estabelecimentos comerciais, roubos de veículos e assaltos nas ruas. Também aumentaram o caso de ataques a caixas eletrônicos, assaltos a ônibus e os casos de estupros, que apresenta a assustadora média de 22 casos por mês.

Idealizador do Pacto pela Vida, o sociólogo José Luiz Ratton foi enfático ao avaliar o programa de combate à violência, afirmando que “o Pacto pela Vida morreu”. A avaliação do professor Ratton confirma o que estamos falando há dois anos.

O atual quadro da segurança pública no Estado e no Recife refletem a negligência e omissão do governador Paulo Câmara e do prefeito Geraldo Júlio, que se esquivam de assumir a responsabilidade que se espera de gestores públicos. Enquanto os gestores se omitem, o Pacto pela Vida do Estado e do Recife afundam, sem que as ações integradas nunca tenham funcionado.

» Geraldo discorda de mentor do Pacto pela Vida: “Quem conhece é a comunidade”

A Bancada de Oposição, em nome da sociedade pernambucana, chama a atenção mais uma vez para a necessidade de realização de um amplo debate sobre a violência, que envolva todas as instituições públicas. Poder Legislativo, Executivo, Judiciário e as administrações municipais têm o seu papel e suas responsabilidades. É importante ainda que o Ministério Público e a OAB assumam o papel de fomentar o debate e cobrar ações objetivas e imediatas para mudar esse quadro.

A população pernambucana e, sobretudo, do Recife não merece o atual quadro de insegurança, fruto da negligência e omissão do Governo do Estado e da Prefeitura do Recife.”


PUBLICIDADE
FECHAR