Juíz que irá julgar impugnação de Geraldo Julio é cunhado de Sileno Guedes. Humberto Costa reclama

Publicado em 22/09/2012 às 14:55 por em Notícias

Humberto fez caminhada em Nova Descoberta neste sábado (Foto: Vinícius Sobreira/Blog de Jamildo)

O candidato a prefeito do Recife pelo PT, o senador Humberto Costa, reclamou na manhã deste sábado (22) da proximidade entre o juíz João Maurício Guedes Alcoforado e o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes. Os dois são cunhados. O primeiro foi escalado para julgar a ação que pode impugnar a candidatura de Geraldo Julio (PSB). O segundo é o presidente estadual do PSB.

"Acho que ele não deveria ter aceito", reclama Humberto. "Eu vou ter que questionar. Isso macula o processo eleitoral. É difícil entender o que está acontecendo nas eleições do Recife. É uma eleição atípica", disse.

Ainda falando do trabalho do judiciário durante o processo eleitoral, Humberto disse que "está havendo o cerceamento da voz". "Qualquer crítica que fazemos, eles (a Frente Popular) dá entrada no TRE."

João Maurício Guedes Alcoforado irá julgar pedido de impugnação da candidatura de Geraldo Julio

SILENO – O presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, defendeu o cunhado, afirmando que o trabalho deste como juíz é isento e reconhecido, afirmando também que "Humberto conhece João Maurício (Alcoforado) de dentro de casa".

"Alcoforado não é juíz desde o começo da eleição, não. Ele tem mais de 15 anos de atuação, é um homem respeitado e a campanha de humberto Costa conhece ele de dentro de casa", afirmou o socialista.

Humberto reitera críticas, afirmando que o PSB adota comportamento da direita

Treinada, ministra só elogia gestão João Paulo, ignorando a gestão João da Costa

O juíz da 151ª Zona Eleitoral, João Maurício Guedes Alcofodado, foi escolhido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) para julgar a ação que pede a impugnação da candidatura de Geraldo Julio (PSB) porque o candidato socialista, de acordo com a ação movida pelo PT, estaria sendo favorecido pelo Governo do Estado com "propaganda casada" com a campanha de Geraldo. O candidato é apadrinhado pelo governador Eduardo Campos (PSB).

Há dois meses a coligação petista entrou com o pedido de impugnação na 5ª Zona Eleitoral, com o juíz da propaganda Gabriel Cavalcante. Mas este afirmou não ser competente para julgar o caso, já que não é responsável por julgar impugnação de registro de candidatura. Ele declinou e transferiu o pedido para o juíz da 151ª Zona, João Maurício Guedes Alcoforado. Este também declinou, afirmando que a matéria estaria fora do prazo. Mas na última quinta-feira (20) o TRE decidiu que Alcoforado é o competente a julgar o caso.

Há alguns meses foi veiculada por algumas vezes uma propaganda institucional do Governo do Estado de Pernambuco focando unicamente no Recife. A peça trazia termos presentes na campanha de Geraldo, como "novo Recife", "para o Recife avançar no mesmo ritmo que Pernambuco".

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>