com presença de Paulo Câmara

Jarbas Vasconcelos inaugura comitê no sábado

Publicado em 29/07/2014 às 9:53 por em Eleições, Notícias
Foto: Agência Senado

Foto: Agência Senado

Candidato a deputado federal, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) inaugura o comitê de campanha no próximo sábado (2), às 10h. O ato contará com a presença da chapa majoritária: o candidato a governador, Paulo Câmara (PSB); o vice Raul Henry (PMDB) e o candidato ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB). A campanha de Jarbas ficará sediada na Avenida Rui Barbosa, em frente ao Colégio Damas.

Por meio de uma nota à imprensa, o senador anunciou que não disputaria a reeleição em fevereiro deste ano; abrindo espaço para alocar FBC na chapa majoritária. Em troca, o ex-governador peemedebista indicou o nome do deputado federal Raul Henry, afilhado político, para a vaga de vice.

Leia também: No Recife, Jarbas não buscará renovação do mandato e indica Raul Henry para vice

Tags: Eleições, Eleições 2014, fbc, jarbas vasconcelos, Paulo Câmara, PMDB, psb, raul henry,
candidato ao STF

Desembargador do Espírito Santo se reúne com presidente do TJPE

Publicado em 29/07/2014 às 9:38 por em Notícias

O desembargador Pedro Valls Feu Rosa, do Espírito Santo, se reúne na manhã desta terça-feira (29) com o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Frederico Neves. Feu Rosa é candidato a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

O encontro acontece na sede do TJPE e o juiz capixaba deve apresentar medidas para proteção das mulheres, como o Botão do Pânico, que proteje vítimas de medidas protetivas.

Às 18h30, Feu Rosa ainda ministra palestra na Faculdade Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

Tags: justiça, STF, TJPE,
PPP da Compesa

Em Pernambuco, saneamento terá investimento de R$ 428 milhões no próximo ano

Publicado em 29/07/2014 às 9:14 por em Notícias
Foto: Guga Matos/JC Imagem

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Nos próximos 12 meses, R$ 428 milhões serão investidos na área de saneamento nos 14 municípios do Grande Recife e em Goiana, na Mata Norte. Os investimentos fazem parte do programa Cidade Saneada, parceria público-privada entre a Compesa e a Odebrecht Ambiental (Foz); que prevê a aplicação de R$ 4,5 bilhões para universalizar o acesso ao saneamento básico nas cidades listadas no período de 12 anos.

O programa teve início há um ano e, até agora, já foram aplicados R$ 115 milhões. Do valor previsto para o segundo ano, R$ 230 milhões pertencem ao parceiro privado e outros R$ 198 milhões virão do setor público.

No primeiro ano, o foco foi realizar a manutenção e recuperação dos sistemas de saneamento já existentes. Quase mil quilômetros de tubulação foram limpos e desobstruídos, 36 mil serviços foram realizados, mil tampas de esgoto foram substituídas e 550 obras de recuperação foram executadas.

Já nos próximos 12 meses, serão iniciadas as obras de implementação dos sistemas de esgoto nas cidades de São Lourenço da Mata e Cabo de Santo Agostinho; e nos bairros de Jardim São Paulo, no Recife; Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes; Centro e Ponta de Pedra, ambos em Goiana.

A Compesa também anunciou que houve melhorar no sistema de atendimento das demandas da população. Cerca de três mil solicitações de serviço estão sendo realizadas todos os meses. Cerca de 70% das ligações têm sido resolvidas em até 24% e 90% delas dentro do período de 48h.

Tags: Cidade Saneada, Compesa, Governo de Pernambuco, Governo do Estado, Grande Recife, RMR,
eleições 2014

João Paulo participa de debate dos senadores. Candidata do PSOL chega atrasada

Publicado em 29/07/2014 às 8:57 por em Eleições, Notícias
debate senadores 2

Foto: BlogImagem

Com informações de Júlio Cirne, repórter do Blog.

Acusado pelo principal adversário na disputa pelo Senado, o ex-ministro da Integração Fernando Bezerra Coelho (PSB), de fugir do debate eleitoral, o deputado federal João Paulo (PT) foi ao debate realizado pelo Clube de Engenharia de Pernambuco. A candidata do PSOL, Albanise Pires, também participa do debate; mas chegou com cerca de 40 minutos de atraso; alegando problema com o trânsito.

No evento, João Paulo afirmou que são baixíssimos os índices de educação em Pernambuco; rebatendo fala dada pelo candidato ao Governo do Estado Paulo Câmara (PSB), também em evento promovido pelo Clube de Engenharia. Já FBC lembrou a ligação entre o PSB e o escritor Ariano Suassuna, falecido há uma semana, arrancando aplausos da plateia.

Tags: Albanise Pires, Eleições, Eleições 2014, fbc, João Paulo, psb, psol, PT,
com culto e tudo

Paulo Câmara busca eleitorado evangélico

Publicado em 29/07/2014 às 8:41 por em Eleições, Notícias
Foto: Aluísio Moreira/PSB

Foto: Aluísio Moreira/PSB

A vereadora do Recife Michele Collins (PP) quase foi candidata a governadora. Como desistiu, a pedido da Assembleia de Deus, está organizando agora um encontro do ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB), candidato que passou a ser apoiado pelo PP, com “lideranças evangélicas” de Pernambuco. Michele e o marido, o deputado estadual Cleiton Collins, estão responsáveis pela “coordenação evangélica” da campanha socialista.

“São líderes de congregações que já decidiram seu apoio à chapa da Frente Popular, mas querem colocar para o candidato questões que são caras a esse universo e sugestões para o Programa de Governo, nas áreas de educação, saúde, transportes e, especialmente, no combate às drogas”, afirmou o deputado.

No final de semana, Paulo Câmara chegou a participar de um culto da Assembleia de Deus. Além dos Collins, ele foi acompanhado dos deputados federais Raul Henry (PMDB), vice na chapa estadual; Eduardo da Fonte (PP); e Anderson Ferreira (PR).

Também marcaram presença o vereador do André Ferreira e o prefeito de Abreu e Lima, Marcos José (PT), que é pastor.

Tags: Cleiton Collins, Eleições, Eleições 2014, Michele Collins, Nova Política, Paulo Câmara, pp, psb,
"arraesista"

Direção da Fetape adere a Armando Monteiro

Publicado em 29/07/2014 às 8:10 por em Eleições, Notícias
Foto: Léo Caldas/divulgação

Foto: Léo Caldas/divulgação

Tradicionalmente ligada à figura de Miguel Arraes, falecido em 2005, avô do também ex-governador Eduardo Campos (PSB), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Pernambuco (Fetape) vai trabalhar para eleger o senador Armando Monteiro Neto (PTB) e não o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB). Nessa segunda-feira (28), nove dos 11 integrantes da diretoria da entidade declaram apoio ao petebista.

“Nos últimos oito anos, o governo do Estado ignorou a nossa pauta de reivindicações. Nem mesmo um grupo de trabalho foi criado. Apresentamos uma proposta para o desenvolvimento da agricultura em Pernambuco, que foi prontamente aceita por Armando”, se queixou o presidente da entidade, Doriel Barros.

Leia também: Armando Monteiro aposta no apoio de até 500 sindicatos para rebater pecha de “patrão”

A aproximação foi viabilizada pela aliança de Armando com o PT, que indicou o deputado federal João Paulo (PT) para ser candidato ao Senado na chapa petebista. “O projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff, que nós defendemos, é o mesmo de Armando, que tem a seu lado companheiros com histórico no sindicalismo, Paulo Rubem (vice) e João Paulo”, admite o presidente da Fetape.

Em maio, o Blog de Jamildo mostrou que o senador esperava contar com o apoio de até 500 sindicatos no Estado; ligados à CUT, Força Sindical, UGT e Fetape. Políticos ligados às quatro entidades integram a chapa de Armando Monteiro.

SECRETARIA – Nas demandas apresentadas ao PTB, está a criação de uma Secretaria de Agricultura Familiar. O pedido inclui também a reestruturação da bacia leiteira no Agreste e Sertão e a recuperação da economia na Zona da Mata.

“A nossa base está empolgada. Armando já vinha falando em priorizar a agricultura familiar. Com a secretaria, teremos mais oportunidades para um contingente de mais de 2,5 milhões de agricultores diretamente envolvidos no setor”, afirmou Doriel.

Tags: Armando Monteiro, Eleições, Eleições 2014, Fetape, PTB,
quantos padrinhos?

Geraldo Julio puxa Paulo Câmara em caminhada no Córrego do Jenipapo

Publicado em 29/07/2014 às 7:51 por em Eleições, Notícias
Foto: Aluísio Moreira/PSB

Foto: Aluísio Moreira/PSB

Coube ao prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), puxar o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara, candidato do PSB ao Governo do Estado, em uma caminhada realizada na noite dessa segunda-feira (28) no Córrego do Jenipapo, na Zona Norte da capital pernambucana. Eleito em 2012, era Geraldo que apresenta Paulo, que nunca disputou eleição, aos moradores.

“Quero assumir aqui diante de vocês um compromisso com o Córrego do Jenipapo, o de continuar a parceria do Governo do Estado com Geraldo, para que o Recife continue avançando cada vez mais”, afirmou o candidato, colando sua figura na do prefeito.

Um dos coordenadores da campanha estadual, Geraldo tem ajudado a aproximar Paulo dos recifenses; participando de todos os atos na periferia da cidade. A gestão do socialista é tida como uma vitrine importante para a campanha para governador; já que Câmara também é descrito como um “nome técnico”, como na eleição de 2012.

No mesmo dia, em entrevista à Rádio JC News, Geraldo acusou o principal adversário de Câmara, o senador Armando Monteiro Neto (PTB), de fazer um “teatrinho” com uma denúncia de compra de apoio político. O petebista falou em processar o prefeito.

Tags: Eleições, Eleições 2014, Geraldo Julio, Paulo Câmara, PCR, psb, recife,
Eleições 2014

Futuro governador de Pernambuco terá desafio de melhorar indicadores sociais

Publicado em 29/07/2014 às 7:31 por em Eleições, Notícias

Da Agência Brasil

Aumentar o tempo total de estudo da população, a renda familiar média e o acesso a serviços de saneamento básico e saúde são alguns dos desafios que o vencedor da disputa eleitoral pelo Governo de Pernambuco terá que enfrentar. Em outubro, seis candidatos disputarão o comando do Poder Executivo estadual: Armando Monteiro Neto (PTB), Jair Pedro (PSTU), José Carlos Pantaleão (PCO), José Gomes Neto (PSOL), Miguel Anacleto (PCB) e Paulo Câmara (PSB).

O Produto Interno Bruto (PIB) do estado, que é de cerca de R$ 125 bilhões, vem crescendo acima da média brasileira. No entanto, os indicadores sociais reunidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 1,7 milhão de famílias pernambucanas têm renda per capita de até meio salário mínimo por mês e estão inscritas no Cadastro Único de programas sociais do governo federal. Dessas, 1,1 milhão recebem o Bolsa Família para complementar a renda, um indicativo de que ainda precisam de ajuda governamental para não viver na miséria.

No que se refere à educação e trabalho, somente 10% dos jovens entre 15 e 29 anos estudam e trabalham; 39,9% deles só trabalham e 26,9% não estudam nem trabalham. Os números ajudam a explicar o alto índice de analfabetismo no estado: 20% das pessoas com 25 anos ou mais não têm instrução ou estudaram menos de um ano. Apenas 22,4% das pessoas a partir dessa idade estudaram 11 anos, tempo suficiente para concluírem o ensino médio; e 8,1% estudaram 15 anos, o suficiente para concluir o ensino superior.

Na saúde, o desafio do próximo governador de Pernambuco será fazer investimentos que se reflitam no aumento da expectativa de vida da população. Entre os homens, a esperança de vida ao nascer é de 67,9 anos, enquanto a média brasileira é de 71 anos. Entre as mulheres, a expectativa é de 76,3 anos, ante a média nacional de 78,3 anos.

Ampliar o saneamento básico também está entre os desafios do vencedor das eleições de outubro no estado. Entre os domicílios urbanos pernambucanos que têm renda per capita familiar de até meio salário mínimo, 50% não têm acesso a saneamento adequado. Dos 185 municípios do estado, 22 não têm nenhum tipo de rede coletora de esgoto.

Tags: Eleições, Eleições 2014, Governo de Pernambuco, Governo do Estado,
eleições 2014

Em evento com empresários do Lide, Armando Monteiro Neto compara-se a Eduardo Campos e diz que não se pode substituir um líder por um gerente

Publicado em 29/07/2014 às 0:04 por em Notícias
aaa

O senador Armando Monteiro Neto, candidato do PTB ao governo do Estado pelas oposições, aproveitou o jantar-debate promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco (Lide PE), na Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, nesta segunda, para antecipar o que deve ser o mote a ser usado em sua campanha na TV e nos palanques. O senador apresentou-se como o pós-Eduardo Campos, ao mesmo tempo em que buscou desconstruir a imagem de líder e técnico eficiente que o PSB busca projetar do candidato Paulo Câmara.

O mote político foi apresentado, de forma clara, para bom entendedor, depois de uma apresentação mais técnica sobre os desafios de Pernambuco. Nos cinco minutos finais de sua exposição, Armando Monteiro Neto pediu para fazer um elogio da política, criando o anticlímax para contestar o rival e posicionar-se um patamar acima.

“O político tem um papel insubstituível. Ele dá a direção, dá o rumo. Como em uma empresa, em que existe a governança e a diretoria executiva. Para gerir processos, que se esgotam em si mesmos, há muita gente que pode ser contratada. O líder dá o sentido de direção, visão estratégica, mobiliza a sociedade. Se relaciona para fora da instituição. É o desafio”, defendeu.

“Por tudo isto, reconheço o papel de Eduardo Campos. Agora ele não fez o que fez porque veio da burocracia (referência a Paulo Câmara). Fez porque veio da burocracia. Não se pode querer substituir um líder por um gerente. É dar menos a Pernambuco. Pernambuco tem que fazer esta escolha”.

No mesmo desfecho, o petebista atacou até mesmo o bordão criado pelo socialista Eduardo Campos, de nova política. “O que existe é a boa política e a má política”, defendeu.

No encerramento da palestra, ao responder porque não cumprimentou o adversário na Missa do Vaqueiro, neste domingo, em Serrita, o senador aproveitou a citação do nome do rival para depreciá-lo, mais uma vez.

“Paulo é uma pessoa educada. Estão dando a ele um script para ele fazer um discurso mais agressivo. Uma espécie de candidato-franquia, que recebe um kit e desempenha um papel. Mas há uma diferença entre se apresentar e representar”, teorizou, antes de responder que estava atento a missa e Paulo Câmara saiu primeiro. “Assim, não houve oportunidade (de apertarem às mãos)”, comentou, arrancando gargalhadas com a picardia.

“Se o Lide realizar um debate presencial, prometo que vou tratá-lo com todo respeito”

O empresário recebeu uma recepção calorosa, em vários momentos, até mesmo maior, pode-se dizer, do que recebeu Paulo Câmara, ao falar no mesmo painel, no começo do mês, logo depois da Copa. Armando Monteiro Neto foi aplaudido diversas vezes. Não se sabe se levou uma claque, mas estava em casa, uma vez que já foi presidente da Fiepe e Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Página 1 de 9.21912345...102030...Última »