vacina

Acusado por opositores de não ajudar Agreste, Paulo Câmara propõe agora isenção para lavanderias do polo de confecção

Publicado em 14/09/2014 às 22:34 por em Notícias
psn

O candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), divulgou, em Toritama, neste domingo (14), o compromisso de ofertar incentivos fiscais a unidades produtivas dos municípios com essa vocação a partir de 2015.

A campanha disse que o intuito era impulsionar ainda mais o desenvolvimento do Polo de Confecções do Agreste, onde os adversários fazem campanha citando sua condição de ex-secretário da Fazenda e cobrador de impostos. Uma das principais queixas lembra a substituição tributária, em que pequenas empresas são obrigadas a recolher impostos antecipadamente, em suas cadeias produtivas, para evitar sonegação.

“Vamos, como governador de Pernambuco, isentar as lavanderias de jeans da alíquota do ICMS. É um compromisso que temos com Toritama e toda a região”, afirmou Paulo, atrelando o benefício à preservação ambiental.

“Não vai pagar porque é preciso cuidar do meio ambiente e gerar renda”, completou. O polo agrestino é o segundo maior do País, movimentando mais de R$ 1 bilhão por ano e empregando mais de 100 mil pessoas.

O estímulo ao Polo de Confecções do Agreste vem na esteira da preocupação demonstrada por Paulo de promover um desenvolvimento igualitário entre todas as regiões do Estado.

O socialista tem destacado que isso só pode ocorrer com o fortalecimento das vocações regionais e com o incentivo ao fortalecimento das diferentes cadeias produtivas em ascensão em Pernambuco. “Como secretário da Fazenda, já pude iniciar esse caminho. Como governador vou fazer muito mais”, assegurou. Ao longo do Governo Eduardo Campos, a administração estadual adotou a política de não elevar alíquotas fiscais. Ao contrário, reduziu.

A passagem de Paulo Câmara por Toritama também foi marcada por uma grande carreata pelas principais vias do município.

Ao lado do companheiro de chapa, Fernando Bezerra Coelho (PSB/senador), por prefeitos da região, por João Campos – filho do ex-governador Eduardo Campos – e por candidatos proporcionais, o socialista foi recebido pelos moradores da cidade.

“Essa animação, essas ruas completamente ocupadas mostram que as nossas candidaturas, a minha e a de Fernando, estão crescendo e vão crescer ainda mais. Nós vamos continuar subindo, e nossos adversários descendo”, comentou Paulo Câmara.

eleições 2014

No DF, Marina ironiza Dilma e pede campanha limpa

Publicado em 14/09/2014 às 22:30 por em Notícias
40697_148407231837582_672256_n

Em uma agenda no Distrito Federal, neste domingo, Marina Silva ironizouos ataques da presidente Dilma Rousseff e reafirmou a disposição de fazer uma campanha limpa.

Pela tese defendida pela candidata do PSB, ao baixar o nível da disputa a candidata do PT evita debater os problemas criados por ela mesma, em uma gestão cujo legado será a volta da inflação.

“A presidente Dilma diz que vai governar da mesma forma e isso nos preocupa, pois o tempo todo ouvimos que o país está com crescimento baixo, que a indústria está sendo reduzida a pó, que inflação está aumentando e os juros estão subindo”, disse Marina.

“A presidente Dilma tem responsabilidade pelo governo e não pode comprometer o futuro do país para ganhar a eleição. Tem de dizer como vai resolver os problemas que ela própria criou”.

Neste domingo, Marina cumpriu agenda de campanha em Brasília. Pela manhã, ela realizou comício na cidade de Ceilândia, no entorno da capital federal, onde foi recebida pelo candidato ao governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), pelo candidato ao Senado, Antônio Regufe (PDT) e por militantes e simpatizantes de sua candidatura.

Marina reiterou seu compromisso com a estabilidade econômica e descartou a adoção de medidas que imponham mais prejuízos a população.

Questionada sobre a meta de inflação e o reajuste dos preços controlados pelo governo, Marina foi enfática: um governo seu terá compromisso com a independência do Banco Central, com uma meta de inflação de 4,5% e corrigirá os preços de modo escalonado, para não onerar o povo.

“Isso não será feito de uma vez só, sem critério, no chutômetro”, afirmou, sobre o reajuste das tarifas públicas.

“Nós vamos trabalhar para que o Brasil faça o seu dever de casa sem prejuízo das políticas sociais. Nós vamos resolver os problemas com responsabilidade, fazendo os investimentos estratégicos e mantendo o respeito ao consumidor de energia, que já está com uma conta muito grande”, defendeu, afirmando que o governo espera apenas o resultado das eleições para aumentar as tarifas.

Guerra contra a corrupção

Marina e Beto convocaram a população para uma campanha limpa e o debate respeitoso dos problemas do Brasil.

“Nesse palanque não tem espaço para a corrupção para o mensalão. Nesse palanque o quem tem é a verdade”, afirmou Beto.

“Nossos adversários perderam a compostura e lançam mentiras contra Marina”, avisou, reiterando que a presidenciável manterá e aperfeiçoará programas sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida. “Eles têm mentido, espalhado boatos. Estão desesperados”, afirmou Marina.

Em seu discurso, ela enfatizou que não pretende governar sozinha que espera construir uma bancada forte no Congresso Nacional para botar projetos de interesse da população. “A gente não ganha eleição sozinho”, afirmou. “Vamos mostrar que a nova política começa em nós mesmos, não estamos na luta do poder pelo poder”.

Veja a nota de repúdio divulgada neste domingo

A Coligação Unidos pelo Brasil vem a público repudiar de forma veemente o uso criminoso e indevido da imagem de Marina Silva em panfletos de cunho homofóbico e amplamente discriminatório, assinados com o CNPJ da campanha de Édino Fonseca, candidato a deputado estadual pelo partido PEN/RJ, que cita também Ezequiel Teixeira, candidato a deputado federal pelo Solidariedade/RJ.

A Coligação vai acionar a Justiça para a busca e apreensão, bem como proibição de distribuição do material, que estimula o ódio e a violência contra pautas diferenciadas dos movimentos feminista e negro.

O programa de governo da candidata à Presidência Marina Silva não deixa dúvidas quanto à cultura de paz e de garantia ampla dos direitos humanos: “Não podemos mais permitir que a dignidade das minorias sexuais continue sendo violada em nome do preconceito. É preciso olhar com respeito os grupos hoje discriminados.” O programa aponta como fundamentais políticas, leis e programas destinados a reparar injustiças históricas e a aproximar, cada vez mais, a cidadania cotidiana da definida como ideal pela sociedade em sua lei maior.

vandalismo

Material de campanha de aliado de Eduardo continua sofrendo ataque de vândalos nas madrugadas

Publicado em 14/09/2014 às 21:55 por em Notícias
unnamed

Um dia após as placas da campanha do candidato a deputado federal Felipe Carreras (PSB) terem sido rasgadas e destruídas, novos atos de vandalismo aconteceram na madrugada deste domingo 14.

De acordo com o candidato, quatro balões amanheceram murchos por conta de tiros de espingarda de chumbinho, em quatro pontos da cidade: na Praça do Parnamirim; no cruzamento da Estrada das Ubaias com a Estrada do Encanamento; na rua Cônego Barata próximo à av. Norte e num posto de gasolina da av. Domingos Ferreira.

De acordo com o chefe de Manutenção da empresa que instala o material, Jurandir Lopes, da Pernambuco Balões, a depredação prejudica o trabalho desenvolvido.

“Um balão desses dura até 12 dias sem manutenção, sem precisar de nova carga de ar. Quando a gente instala e, três dias depois, ele já começa a murchar, é fácil constatar algum ato de vandalismo, como esses praticados agora, com arma de ar comprimido. Os balões estão sendo encontrados com dois a três furos em cada um”, afirma Lopes.

“Já é a terceira vez que acontece isso com o balão da Praça do Parnamirim e na rua Cônego Barata, e a segunda vez em Boa Viagem. Mas desta vez foram em todos. Trabalhamos também para outros candidatos e até agora não tivemos nenhum problema desse tipo”, comenta.

Na madrugada do último sábado (dia 13), mais de 30 placas das peças publicitárias da campanha dos candidatos da Frente Popular, Felipe Carreras e Paulo Câmara, bem como com imagens de Eduardo Campos, amanheceram danificadas, rasgadas e destruídas em alguns locais da Zona Norte da Cidade: na avenida 17 de Agosto, na Estrada do Encanamento, Estrada do Arraial e na av. Dois Irmãos.

Entre as placas depredadas, havia material só com foto de Felipe Carreras, outras só com Paulo Câmara e outras reunindo Felipe Carreras com toda a majoritária.

Algumas placas eram referentes à imagem de Eduardo Campos, ainda do material dele como candidato à presidência.

Um dos atos considerados mais agressivos foi o da avenida Dois Irmãos, próximo à casa da família de Eduardo. A placa com a imagem de Eduardo foi destruída exatamente no dia em que se completou um mês da morte dele, em total desrespeito com a figura de Eduardo e com sua família.

“Os atos cometidos neste fim de semana nos deixaram chocados. São pessoas que estão desesperadas, cometendo vandalismo, crime, desrespeitando a ampla democracia que vivemos num momento de campanha eleitoral”, diz Felipe Carreras. As autoridades competentes já estão sendo acionadas. “Atos assim nos mantém ainda mais firmes nos nossos propósitos. Vamos continuar fazendo uma campanha limpa, da Nova Atitude, com seriedade e respeito com todos os eleitores, sem distinção de bandeiras ou partidos”, reclamou Felipe Carreras, que era amigo pessoal do ex-governador e bastante próximo à família.

eleições 2014

Zé Gomes é o primeiro candidato ao Governo de Pernambuco a lançar plano de governo

Publicado em 14/09/2014 às 16:30 por em Eleições, Notícias
Foto: BlogImagem

Foto: BlogImagem

Com apenas 1% das intenções de voto, segundo a última pesquisa divulgada pelo Instituto Maurício de Nassau (IPMN) em parceria com o Jornal do Commercio, Zé Gomes Neto (PSOL) vai ser o primeiro candidato ao Governo de Pernambuco a lançar o seu plano de governo. O documento será apresentado nesta segunda-feira (15), às 19h30, no comitê da campanha, na Boa Vista.

Leia também: Conheça as 10 principais propostas de Paulo Câmara e Armando Monteiro

“A apresentação do programa é mais uma etapa na tarefa de construir um governo baseado em participação popular e controle social da gestão pública. Serão apresentadas diretrizes e políticas públicas que garantirão a melhoria dos serviços públicos prestados à população de Pernambuco e fortalecerão a construção do poder popular no estado”, diz o candidato.

Mais bem colocados nas pesquisas, o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) e o senador Armando Monteiro Neto (PTB) ainda não tem data para apresentar suas propostas aos pernambucanos. Há uma semana, o Blog de Jamildo revelou as 10 principais propostas dos dois candidatos.

Tags: Eleições, Eleições 2014, psol, Zé Gomes,
para Marina

Dilma afirma que quem se sente coitadinho não pode ser presidente

Publicado em 14/09/2014 às 16:22 por em Eleições, Notícias
Presidente caiu cinco pontos desde a última pesquisa. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff (PT) chamou hoje (14) a candidata à presidência da República, Marina Silva, de “coitadinha” ao ser questionada sobre os recentes embates que tem tido com a adversária. Para Dilma, Marina tem levado para o lado pessoal os questionamentos a seu programa de governo. “Quem se acha coitadinha não pode ser presidente da República”, afirmou, em entrevista há pouco no Palácio da Alvorada.

A presidente disse ter ficado indignada com as críticas de Marina à gestão do PT na Petrobras e lembrou que a concorrente foi do PT durante 27 anos, dos quais boa parte pertenceu à bancada petista no Congresso e à equipe de ministros do ex-presidente Lula. “Ser presidente é aguentar críticas e pressão todos os dias. Tem que ter coluna vertebral”, disse. “Quem leva críticas para o lado pessoal não vai ser boa presidenta”, alfinetou.

Dilma deu as declarações após fazer um pronunciamento à imprensa sobre o Programa Ciência sem Fronteiras. A presidente Dilma tem adotado a prática de conceder entrevistas coletivas, no Alvorada sempre que não tem agenda pública de campanha.

Tags: Dilma, Dilma Rousseff, Eleições, Eleições 2014, Marina, marina silva, psb, PT, Rede,
ao ataque!

No Cabo, Armando Monteiro acusa “uso deslavado da máquina” pelo PSB

Publicado em 14/09/2014 às 16:06 por em Eleições, Notícias
Foto: Alexandre Albuquerque/PTB

Foto: Alexandre Albuquerque/PTB

Ultrapassado pelo ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) nas pesquisas de intenção de voto, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) subiu o tom neste domingo (14), durante uma caminhada no bairro de Ponte dos Carvalhos, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife.

“Essa caminhada é árdua. Estamos enfrentando um sistema de forças que quer se manter no poder a qualquer custo. O uso deslavado das máquinas, o clima de intimidação, mas o povo de Pernambuco não aceita canga e tutela de ninguém”, afirmou o candidato petebista.

Um dia antes, o governador João Lyra Neto (PSB) havia questionado a consistência das cobranças de Armando sobre benefícios fiscais concedidos pelo Estado a uma empresa citada na compra do avião de campanha do ex-governador Eduardo Campos.

Foto: Alexandre Albuquerque/PTB

Foto: Alexandre Albuquerque/PTB

De acordo com o PTB, mais de 14 mil pessoas participaram da caminhada, organizada pelo prefeito Vado da Farmácia (PSB). Armando estava acompanhado pelo deputado federal João Paulo (PT), que concorre ao Senado na chapa petebista.

Na cidade, Armando tem como vitrine o trabalho realizado como presidente do Sesi e do Senai. As entidades realizaram programas de qualificação de mão de obra buscando vagas de emprego geradas em Suape por empreendimentos como a Refinaria Abreu e Lima e o Estaleiro Atlântico Sul.

Pesquisa divulgada pelo Instituto Maurício de Nassau na última quinta-feira (11) mostra que Câmara tem 33% das intenções de voto, contra 31% de Armando. Como a margem de erro é de dois pontos, os candidatos estão tecnicamente empatados.

Tags: Armando Monteiro, Eleições, Eleições 2014, Governo de Pernambuco, Governo do Estado, Grande Recife, Paulo Câmara, psb, PTB, RMR,
educação

Governo de Pernambuco não tem programa para ajudar municípios com baixo Ideb

Publicado em 14/09/2014 às 15:18 por em Notícias

Por Júlio Cirne e Paulo Veras, repórteres do Blog.

Como a responsabilidade dos estados é cuidar do ensino médio, o Governo de Pernambuco não tem nenhum programa que possa ajudar municípios com notas baixas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), cabe às prefeituras assumir o ensino fundamental. Com menos verba, é exatamente nessa rede de ensino que Pernambuco registra a pior colocação no ranking nacional.

Hoje, o suporte que a Secretaria Estadual de Educação oferece para a formação do ensino fundamental é através de programas focados na alfabetização.

O Programa Paulo Freire (PPF) foi criado em 2008 e busca combater o analfabetismo de jovens e adultos. Paralelamente, o Programa Alfabetizar com Sucesso, realizado em parceria com o Instituto Ayrton Senna, trabalha com o letramento de crianças no ensino fundamental.

LEIA TAMBÉM:
>> Em Pernambuco, mais de 80 municípios estão abaixo da média do Estado no Ideb
>> Melhora o ensino médio da rede pública de Pernambuco, aponta Ideb
>> João Lyra comemora crescimento de Pernambuco no Ideb

Ao Blog de Jamildo, a Secretaria de Educação afirmou que o Estado empenha esforços para reverter o déficit de educação investindo na criação e construção de escolas de ensino integral e de referência.

Na listagem relativa ao ensino fundamental I (1º ao 5º ano), os municípios com as menores notas são Capoeiras, Caetés, Aliança, Água Preta, Itambé, Itaquitinga, Moreno, Vicência, Itaíba e Machados. Dessa lista, apenas Moreno fica localizado na Região Metropolitana do Recife.

Quando a referência são os últimos anos do fundamental II (6ª ao 9° ano), os municípios com os índices mais baixos são Primavera, Itaíba, Água Preta, Amaragi, Goiana, Lagoa de Itaenga, Manari, São João, Chã de Alegria e Itapissuma. Todas as cidades, com exceção de Itapissuma, estão fora do Grande Recife.

Segundo a secretaria, todos esses municípios já contam com escolas de ensino integral.

No entanto, quatro deles, todos relativos à avaliação da 8ª série/9° ano, não constam na relação de municípios com escolas de ensino integral do site do governo: Lagoa do Itaenga, Manari, Chã de Alegria e Itapissuma. A ausência dos municípios na listagem, que data de 2013, seria resultado de uma desatualização no sistema.

Tags: educação, Governo de Pernambuco, Governo do Estado, Interior, Pernambuco,
gestões de 13 partidos

Em Pernambuco, mais de 80 municípios estão abaixo da média do Estado no Ideb

Publicado em 14/09/2014 às 15:00 por em Notícias
Foto: divulgação/Prefeitura de Petrolina

Foto: divulgação

Por Paulo Veras e Júlio Cirne, repórteres do Blog.

Pernambuco teve um excelente desempenho nos números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do ensino médio, divulgado no dia 5 deste mês. O Estado saltou 12 posições e ficou em 4º lugar, assim como Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Apesar disso, os dados da rede pública no ensino fundamental (os primeiros anos da vida escolar) ainda deixam a desejar. Segundo dados do site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Pernambuco está à frente apenas de sete estados nas séries iniciais do fundamental e de cinco nas séries finais.

As médias atingidas pela rede pública pernambucana nessas modalidades são, respectivamente, 4,1 e 3,4. Ambas atendem as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação. Mas no interior do Estado, dezenas de municípios não conseguiram atingir essas notas no ano de 2013, tomados como referência para o ranking do Ideb divulgado agora.

LEIA TAMBÉM:
>> Governo de Pernambuco não tem programa para ajudar municípios com baixo Ideb
>> Melhora o ensino médio da rede pública de Pernambuco, aponta Ideb
>> João Lyra comemora crescimento de Pernambuco no Ideb

Nas séries iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano), 86 municípios tiveram notas menores que 4,1. Nas séries finais (6º ao 9º ano), 76 cidades não conseguiram atingir 3,4. Os dados disponíveis no site se referem às redes públicas de cada cidade.

O Blog de Jamildo também cruzou o ranking do Ideb com a lista de prefeitos disponível no site da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe). O documento foi atualizado no dia 21 de agosto.

O cruzamento dos dados mostra que os problemas na educação independem dos partidos políticos. Dentre os municípios que ficaram abaixo da média estadual, aparecem gestões do PSD, PTB, PSB, PDT, PSDB, PT, PSL, PSD, PR, PCdoB, PP, PMDB e PRTB.

Veja a lista dos anos iniciais do ensino fundamental:

Nos primeiros anos do fundamental, as cidades que obtiveram as piores notas foram Orobó (2,6) e Caetés (2,9), no Agreste, e Aliança (3,0), na Zona da Mata  Os municípios são governados respectivamente por Cléber José (PSD), Armando Duarte (PTB) e Cláudio (PSB).

Já nos anos finais, os piores números ficaram com Primavera (2,2), Água Preta e Amaraji (ambas com 2,4), na Zona da Mata, e Itaíba (2,3),  no Agreste.  Os prefeitos são Severina Moura (PRTB), Eduardo Passos (PSB), Jânio Gouveia (PR) e Juliano Nemésio (PSDB), respectivamente.

Veja a lista dos anos finais do Ensino Fundamental:

A análise dos dados também mostra que a maioria das cidades que ficaram abaixo da média não conseguiram alcançar as metas que haviam sido definidas para 2013 pelo governo federal.

Dos 86 municípios que tiveram menos do que a nota estadual nas séries iniciais do ensino fundamental, 57 descumpriram a meta. Nas demais cidades, apenas 12 não atingiram a nota estabelecida para aquele ano.

Dentre as 76 cidades que ficaram abaixo da média estadual nas séries finais do Ensino Fundamental, 66 ficaram abaixo das metas estabelecidas pelo Ministério da Educação. Nos que conseguiram atingir a média pernambucana, 20 não alcançaram as notas que deveriam.

Tags: educação, Interior, Municípios, Pernambuco,
campanha

Dilma dança funk em Belo Horizonte

Publicado em 14/09/2014 às 14:50 por em Eleições, Notícias

Animada, a presidente Dilma Rousseff (PT) arriscou passos de funk durante um ato de campanha para a juventude em Belo Horizonte, nesse sábado (13). A petista entrou no ritmo do grupo de dança Cia. Na Batalha, do Rio de Janeiro.

No Facebook, o vídeo de Dilma dançando obteve 14.175 curtidas e 6.122 compartilhamentos até as 14h50 deste domingo (14).

Tags: Dilma, Dilma Rousseff, Eleições, Eleições 2014, PT,
Página 1 de 9.36912345...102030...Última »