bate chapa

Para desgastar governo, tendência da oposição é apoiar Diogo Moraes

Publicado em 30/01/2015 às 20:28 por em Notícias
diogo moraes e lula cabral

Deve acontecer bate-chapa entre Diogo Moraes (PSB) e Lula Cabral (PSB) para a vaga de 1º Secretário da Mesa Diretora da Alepe. Foto: montagem do Blog.

Com o intuito de enfraquecer o governo do Estado, a bancada oposicionista da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) deve optar pelo nome do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) para assumir a primeira secretaria da Casa Joaquim Nabuco em detrimento ao indicado pelo Palácio do Campo das Princesas, Lula Cabral (PSB).

O nome indicado pelo PSB irá compor o chapão que será encabeçado novamente pelo atual presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT). O pedetista é favorito a conquistar o quinto mandato seguido no comando da Alepe.

O gesto tem o objetivo de atingir a decisão do governador do Estado. Atualmente, a bancada oposicionista é composta por 13 parlamentares.

>> Lula Cabral pode assumir primeira secretaria da Assembleia Legislativa em dobradinha com Guilherme Uchoa

Nos bastidores, os relatos são de que a indicação de Lula Cabral não está sendo bem recebida por causa da maneira como foi imposta.

“A bancada tem simpatia por Diogo Moraes e a maioria do PSB também, mesmo não sendo o oficial. A forma como o PSB está conduzindo esse processo foi equivocada”, confidenciou, em reserva, uma fonte ao Blog.

“Eles tiraram Lula Cabral do ‘bolso’ e todos sabem que essa posição é só para dar a ele estrutura para disputar a prefeitura do Cabo de Santo Agostinho [de onde já foi prefeito]”, explicou um parlamentar, acrescentando que a indicação de Cabral causou constrangimento na Casa.

A 1ª secretaria é o cargo mais importante após a presidência, porque fica responsável pela gestão financeira da Casa.

Composta para atender a influência das mais diversas forças políticas atuantes na Assembleia, a Mesa Diretora também deve ter Augusto César (PTB) na 1ª vice-presidência e Cleiton Collins (PP) na 2ª vice. A 3ª e a 4ª secretarias ainda não estão fechadas.

Tags: Alepe, Governo, Oposição, Pernambuco,
perdeu a graça

Vereador de São Paulo faz piada com morte de Eduardo Campos e recebe suspensão da Câmara

Publicado em 30/01/2015 às 19:00 por em Notícias

size_810_16_9_acidente-campos

Em São Paulo, na cidade de Limeira, um vereador fez piadas com a morte do ex-governador Eduardo Campos (PSB), candidato à Presidência da República, e recebeu suspensão por dez dias da Câmara Municipal.

André Henrique da Silva (PMDB), conhecido por “Tigrão”, sofreu a punição por ter publicado em seu perfil no Instagram, no dia 13 de agosto de 2014, dia da morte de Eduardo Campos, uma montagem com a foto da queda do avião de Eduardo Campos  com a presidente Dilma Rousseff (PT) embaixo, com a seguinte frase “Mandei derrubar mesmo e se reclamar mando derrubar o do Aécio”.

Os vereadores aprovaram o pedido de afastamento por 10 votos a 4. A maioria da casa diz que houve quebra de decoro parlamentar.

Em sua defesa, o vereador nega que tenha feito a postagem. Ele explica que esqueceu o celular em cima de um muro enquanto realiza uma ouvidoria.

Tags: Eduardo Campos, morte, São Paulo, vereador,
ressocialização

Defensores de todo o Brasil vão atuar no Complexo Penitenciário do Curado para agilizar processos

Publicado em 30/01/2015 às 17:31 por em Notícias
Complexo do Curado. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem.

Complexo do Curado. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem.

Em encontro no Recife, nesta sexta-feira (30), o Colégio Nacional dos Defensores Públicos Gerais (Condege) formalizou uma força-tarefa para atuar no Complexo Penitenciário do Curado e agilizar os processos dos detentos. Ao todo, 40 defensores de todo o País virão a Pernambuco para participar do projeto Defensoria Sem Fronteiras. O trabalho terá início no dia 20 de fevereiro.

Participaram do encontro defensores gerais, integrantes do Congede e o Secretário de Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico.

Reunião da Congede . Foto: Márcio Santos – Ascom/DPPE.

Reunião da Congede. Foto: Márcio Santos – Ascom/DPPE.

“Vamos enfrentar a difícil realidade do nosso sistema penitenciário com tranquilidade e humildade. Em uma sociedade democrática, a garantia de direitos redunda em maior segurança. E nesse sentido, ninguém mais indicado que os Defensores Públicos, que estão na ponta e em contato direto com o povo, para dar voz e vez a quem nunca foi ouvido”, avaliou o titular da pasta.

Para a Presidente do Condege e Defensora Geral do Ceará, Andréa Alves, é fundamental haver cooperação para o sucesso dessa empreitada.

“O programa Defensoria Sem Fronteira só existe com a construção de parcerias. Por isso a presença do secretário é simbólica. Tenho certeza que a crise do sistema prisional pernambucano será estancada. Mas para tanto, é fundamental desenvolver uma metodologia que envolva, além da Defensoria, o Ministério Público e o Tribunal de Justiça de Pernambuco”, avaliou.

Tags: Complexo, Curado, defensores, justiça,
insegurança pública

Efeito Lula Cabral? Elias diz que Jaboatão “não aceita mais” ser tratado com desatenção na segurança

Publicado em 30/01/2015 às 16:58 por em Notícias
JABOATAO-EM-ORDEM-LANCAMENTO-IMG_4098

Na mesma semana em que o nome do ex-prefeito do Cabo Lula Cabral, deputado estadual eleito pelo PSB, teve o nome confirmado para a disputa da primeira secretaria da Assembléia Legislativa do Estado, e um dia depois do deputado federal eleito Betinho Gomes (PSDB)  detonar o adversário da política local do Cabo, nas rádios e blogs do Recife, o prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), pai de Betinho e adversário histórico de Lula Cabral, engrossou o discurso contra o governo socialista de Paulo Câmara (PSB).

Em seu discurso no lançamento do programa Jaboatão em Ordem, nesta sexta-feira (30/01), no Hotel Barramares, em Piedade, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, afirmou que o município sofreu “deficit de atenção” por parte das autoridades estaduais que tratam da segurança pública e que, por isto, os índices do Pacto Pela Vida cresceram no município.

Diante de um auditório lotado por moradores – representantes das sete Regionais administrativas da cidade -, de gestores estaduais e municipais e de representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público, entre outros, o prefeito alertou que “Jaboatão não aceitará mais desatenção”. No evento, ele conclamou a todos para centrar esforços na disseminação da Cultura de Paz, “partindo de sua própria casa”,

Em um duro desabafo, o prefeito ressaltou que alertou “três governadores” sobre a pouca atenção que, segundo ele, vem sendo dada a Jaboatão dos Guararapes em questões como os efetivos das polícias Civil e Militar destinados aos municípios da Região Metropolitana, no combate à violência.

“Não há comandante do 6º Batalhão (de Prazeres, responsável pelo policiamento em todo o município de Jaboatão e também da vizinha cidade de Moreno) que faça milagres”.

Sem citar os nomes, Elias referiu-se a Eduardo Campos (já falecido), João Lyra Neto (o vice que assumiu o governo com a desincompatibilização de Eduardo, em abril de 2014) e Paulo Câmara, que está completando o primeiro mês de gestão.

Elias Gomes disse ter feito pleitos para uma maior destinação de policiais para Jaboatão, inclusive levando em consideração concursos públicos realizados na área de segurança do Estado, mas que não obteve resposta satisfatória.

“O que aconteceu é que os criminosos do Recife foram tangidos para Jaboatão, o que colocou em xeque o Pacto Pela Vida”, afirmou o prefeito, ainda no discurso. “Jaboatão cansou. Não vamos mais aceitar desatenção. Quem mora na periferia de nossa cidade tem o mesmo valor dos que moram no Recife”, continuou, ressaltando que persistirá reivindicando maior atenção para o município, mas sinalizou para uma forma diferente. “Não haverá mais cartinhas nem ofícios. Vou às ruas com a minha voz”.

BlogNews

Entenda detalhes da polêmica na eleição da Alepe

Publicado em 30/01/2015 às 16:20 por em Notícias

No próximo domingo (1), chega ao fim a novela que se desenrola na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Os 49 deputados estaduais eleitos pelo voto popular, em novembro de 2014, tomarão posse e, logo em seguida, realizam a votação para definir a nova Mesa Diretora da Casa Joaquim Nabuco.

O cenário não traz muitas novidades, mas nem por isso é pautado por menos polêmicas. O atual presidente da Casa Joaquim Nabuco, Guilherme Uchoa (PDT), ganhou o direito, por meio de parecer da procuradoria-geral da Alepe, de disputar o quinto mandato.

Apesar de agregar boa parte do eleitorado da Casa, os deputados que fazem oposição a Guilherme Uchoa prometem impugnar a candidatura do parlamentar. Os outros cargos da Mesa Diretora também estão com disputa acirrada. Uma vez que PSB, partido majoritário na casa legislativa, não lançou nomes para a presidência, pode haver bate-chapa na disputa pela primeira secretaria.

Veja estes e mais detalhes no vídeo acima.

Tags: Alepe, BlogNews, detalhes, polêmica, vídeo,
bagunça no centro

Visando desgastar Geraldo Julio, CUT Pernambuco manifesta solidariedade aos ambulantes do Recife

Publicado em 30/01/2015 às 16:02 por em Notícias
unnamed

Veja a nota oficial da entidade sindical, controlada pelo PT

A CUT-PE está solidária à luta dos companheiros(as) ambulantes do Recife que foram retirados, ontem (29), da Conde da Boa Vista, no Centro do Recife, e considera falta de respeito às declarações intempestivas do secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, menosprezando pais de família que dependem do comércio para sobrevivência. Defendemos o diálogo e entendimento, em busca de uma relação democrática e coletiva que possa atender às reivindicações dos trabalhadores (as).

Uma reunião foi marcada para a próxima terça-feira (3) para conversar sobre a retirada de ambulantes da Avenida Conde da Boa Vista, no centro do Recife. Até lá, os ambulantes vão realizar uma assembleia para definir a situação dos trabalhadores(as). “Vamos decidir se eles vão voltar a trabalhar ou não, porque a gente tem que tomar uma posição”, afirma a diretora do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras do Comercio Informal do Recife (Sintraci), Luciana Mendonça.

Durante toda a manhã dessa quinta-feira (29) a Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife realizou a reordenação da via e comerciantes vinculados ao Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Comércio Informal do Recife (Sintraci) ocuparam a Câmara, em protesto, até a manhã desta sexta-feira (30).

“A gente queria ficar até terça, mas o Batalhão de Choque foi na Câmara ontem e queria tirar a gente de lá. A gente não quis sair, então fizemos um acordo com eles para sair hoje às 9h”, detalha Luciana Mendonça.

A Prefeitura disse ainda que ficaram no local apenas os 50 ambulantes cadastrados ao longo de 2013 e 2014, que serão realocados, até o fim do ano, para centros populares de comércio.

“A gente espera que todos voltem a trabalhar e arrumem uma alternativa digna para eles se instalarem”, afirma Luciana Mendonça, que além de diretora do Sintraci é ambulante cadastrada na Rua Sete de Setembro.

Nesta sexta, continua a fiscalização do comércio informal no bairro. Os comerciantes que não possuem cadastro na Prefeitura não podem se posicionar na Avenida Conde da Boa Vista, no trecho entre a Rua José de Alencar e a Rua do Hospício, onde foi realizada a retirada de ambulantes na quinta (29). Policiais militares e fiscais da Prefeitura continuam no local.

Legislativo

Câmara do Recife retorna aos trabalhos legislativos na próxima segunda

Publicado em 30/01/2015 às 16:00 por em Notícias

A 16ª Sessão Legislativa da Câmara Municipal do Recife será instalada durante reunião solene nesta segunda-feira, dia 02, a partir das 15h, sob a presidência do vereador Vicente André Gomes (PSB) com a presença do prefeito Geraldo Julio ou de um representante designado por ele.

A solenidade prevê a leitura da renúncia dos vereadores que assumirão mandatos em outras Casas Legislativas, bem como a posse dos suplentes que ocuparão as respectivas vagas. A reunião solene marca o início dos trabalhos após o recesso parlamentar.

Tomarão posse os suplentes beneficiados pela saída dos vereadores que foram eleitos para deputado estadual Priscila Krause (DEM), e André Ferreira, (PMDB).

Conforme o roteiro, o presidente declarará a vacância dos cargos desses parlamentares e convocará a posse dos suplentes.

O primeiro secretário Augusto Carreras (PV) fará a leitura da renúncia e receberá dos novos vereadores os diplomas do Tribunal Regional Eleitoral e a declaração de bens. Após esse procedimento, eles serão declarados empossados.

Em seguida ao pronunciamento do presidente Vicente André Gomes, falarão os líderes da oposição e do governo, além do prefeito ou o seu representante – com o objetivo de expor os planos e as metas do Executivo para 2015.

A realização da reunião solene cumpre dispositivo legal previsto no artigo 12 da Lei Orgânica do Município.

eleições no Legislativo

No Senado, Humberto Costa diz que o PT vota em quem for o candidato do PMDB

Publicado em 30/01/2015 às 15:51 por em Notícias
unnamed

O senador Renan Calheiros (PMDB/AL) deve tentar a reeleição à presidência no próximo domingo (1º), mas encontra resistência no próprio partido e na base aliada em razão do lançamento da candidatura de Luiz Henrique (SC), um nome que conta com a simpatia de muitos governistas.

Nesta sexta, depois de mais de uma hora de reunião, os senadores do PT deixaram a sala da liderança do partido na Casa, no início da tarde desta sexta-feira (30), na expectativa da decisão do PMDB sobre quem será o indicado oficial do partido à Presidência do Senado.

O líder dos petistas, Humberto Costa, que comandou o encontro, pediu a unidade do PMDB e ofereceu a ajuda do PT para buscar a construção do consenso.

“A nossa expectativa é de que haja um entendimento no PMDB e que tenhamos a apresentação de um único candidato do partido. Nós vamos aguardar uma reunião que eles farão nesta sexta e, à luz do for decidido, nós vamos nos posicionar numa reunião que faremos no sábado (31)”, disse Humberto, na saída do encontro. “A tendência é que votemos no candidato oficial do PMDB, em respeito ao critério de proporcionalidade. E o PMDB tem a maior bancada.”

O líder do PT explicou, ainda, que os senadores do partido passarão o dia de hoje elaborando uma pauta básica de projetos para ser entregue ao candidato à presidência apoiado pelos petistas. Entre os pontos, prioridade às reformas política e tributária; rodízio de senadores nas relatorias de projetos importantes; e mudanças no regimento interno da Casa.

Neste sábado, às 15h30, a bancada do PT no Senado voltará a se reunir para definir sua posição sobre a eleição da Mesa e indicar os nomes que concorrerão aos dois cargos que cabem ao partido pelo critério de proporcionalidade: 1ª Vice-Presidência e 2ª Secretaria. Também serão definidos os dois presidentes de Comissões Permanentes que também cabem ao PT, bem como a escolha do líder para 2015.

contradição interna

Cabo de guerra na Alepe. PT orienta que deputados se abstenham de votar, mas cobra presidente independente do Palácio

Publicado em 30/01/2015 às 15:29 por em Notícias
Foto: João Bita/Alepe

Foto: João Bita/Alepe

Veja a nota pública

Comissão Executiva Estadual do PT/PE

O Partido dos Trabalhadores de Pernambuco, pela sua Comissão Executiva Estadual e por sua bancada de deputados estaduais, torna pública a sua posição a respeito da eleição para a presidência da Assembleia Legislativa.

A necessidade de posicionar a bancada estadual, a partir do debate das instâncias partidárias, corrobora as reflexões em curso no PT/PE sobre a importância de contribuir com uma nova relação política em nosso Estado.

As recentes eleições de 2014 fizeram ressoar, muito fortemente, a insatisfação popular com a política de modo geral e com a atuação nos parlamentos de modo particular, sendo nas eleições proporcionais onde se verificaram os mais elevados índices de abstenção. Por outro lado, a descrença no Poder Legislativo continua se aprofundando nesta fase posterior ao processo eleitoral.

Aqui em Pernambuco, os diversos veículos da imprensa reproduzem um debate que tira o foco das reais funções da Mesa Diretora e amplifica uma visão diminuída do Poder que, pelas próprias atribuições, é o mais democrático e representativo da sociedade.

Os últimos quatro anos foram de muito desgaste para a Assembleia Legislativa, que viu diminuído ao extremo o seu poder de fiscalizar, legislar e representar o povo, muito decorrente do formato da relação estabelecida com o Executivo, que sacrificou significativamente a independência constitucional e política entre os poderes e culminou com a emenda da alteração constitucional da reeleição, hoje objeto de todo o debate sobre a Mesa Diretora.

A nossa bancada na ALEPE fez os gestos necessários à busca da unidade para a composição da Mesa Diretoria: contribuiu com a nota da oposição, cedeu sua vaga na mesa para este biênio, conversou com parlamentares, externou posições.

No entanto, às vésperas das eleições, a elevação do debate político não foi alcançada. As polêmicas giram em torno da judicialização do processo e de quem é, ou não, agradável aos olhos do Poder Executivo.

Na realidade, à Assembleia Legislativa de Pernambuco e aos seus parlamentares cabe o relevante papel de ouvir e pautar as demandas da sociedade. Sobretudo em função dessa missão superior, o Legislativo precisa ser mais independente do Executivo e ao mesmo tempo aprofundar a capacidade de diálogo com a pluralidade expressa na própria assembleia e na sociedade que representa.

Mesmo respeitando as três postulações à presidência da ALEPE, a bancada do PT, por razões de natureza diversa, não apoiará nenhuma delas e é orientada a se abster da votação para presidente. Ao eleito devem ser cobrados os compromissos expostos na Carta da Oposição.

O PT e os seus deputados, na condição de oposição ao governo estadual, continuarão contribuindo para que o debate democrático na Assembleia fortaleça o diálogo e tenha como referenciais principais os reais e legítimos interesses do povo de Pernambuco.

Recife, 30 de janeiro de 2015

vida no Planalto

Aécio Neves anuncia que PSDB apoiará o socialista Júlio Delgado, na Câmara, e Luiz Henrique, no Senado

Publicado em 30/01/2015 às 15:15 por em Notícias

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, afirmou nesta sexta-feira (30/01) que o partido apoiará as candidaturas do deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) à Presidência da Câmara e do senador Luiz Henrique (PMDB-SC) ao Senado.

“As duas candidaturas representam a bandeira do partido em defesa de um Legislativo fortalecido e independente”, defendeu.

“A candidatura de Júlio Delgado é de um partido que esteve conosco no segundo turno das eleições presidenciais. Além disso, é a candidatura é a que melhor tem condições para garantir à Câmara a independência que não houve nos últimos anos. A [CANDIDATURA]de Luiz Henrique atende a essa mesma aspiração: não termos um Legislativo submisso, submetido às vontades do Palácio do Planalto”, destacou.

Aécio destacou que, nesta sexta-feira, a bancada do PSDB no Senado fará um ato de apoio a Luiz Henrique. O presidente nacional da legenda e parlamentares tucanos participam de seminários sobre a crise energética no país e a conjuntura política nacional, em Brasília.

Para Aécio, 2015 pode ser “um grande ano para o Legislativo”. Para o senador, o quadro de “falência” do governo federal dá a possibilidade do Congresso se fortalecer junto à sociedade. E uma das ações esperadas é a instalação de uma nova CPI para apurar as denúncias que envolvem a Petrobras.

“Estamos assistindo ao atestado de falência do governo federal, um governo que sequer tem a hombridade de reconhecer erros e explicar à população porque o Brasil real é tão diferente daquele cantado durante as eleições. É por isso que esse é o grande momento de afirmação do Legislativo – não podemos continuar única e exclusivamente com a agenda do Palácio do Planalto”, afirmou o senador.

Aécio acrescentou que o PSDB vai “centrar fileiras” para obter as assinaturas necessárias para a instalação de uma nova CPI sobre a Petrobras. “Temos a responsabilidade de avançarmos nessas investigações – que estão sendo conduzidas com muita competência por Polícia Federal e Ministério Público, mas que não podem ficar sem a nossa contribuição”, relatou.