números

Economista explica que não há distorção em pesquisa Datafolha

Publicado em 22/07/2014 às 11:27 por em Eleições, Notícias

Na última sexta-feira (18), o senador Humberto Costa saiu em defesa da candidatura da presidente Dilma Rousseff (PT) argumentando que havia distorção na pesquisa Datafolha, em que a petista aparecia empatada com Aécio no segundo turno.

“Eu acredito que há uma distorção provocada pelo fato de que essa pesquisa Datafolha também teve que ponderar o número de questionários para São Paulo e pro Rio, onde nós sabemos que nossa posição não é uma posição tão confortável nesse momento, e que dá um peso maior a esses estados aí”.

À frente de pesquisas políticas em Pernambuco, o economista Maurício Romão explicou que o procedimento do Datafolha de aplicar mais questionários nos dois Estados para obter resultados particulares não causa nenhuma distorção na pesquisa nacional.

“Nessa amostra, os tamanhos dos estratos foram desproporcionalizados para permitir detalhamento das unidades da federação (UF’s) SP e RJ e suas capitais. Nos resultados finais, as corretas proporções serão restabelecidas através de ponderação. A amostra prevista é de 5.468
questionários, sendo 2.036 na UF SP e 1332 na UF RJ.”

Segundo ele, o procedimento do Datafolha de expandir a amostra para incluir determinadas unidades da federação das quais se almeja obter resultados específicos é muito comum entre os institutos de pesquisa.

“É uma questão de economia de escala: aproveita-se a estruturação e a logística da grande amostra para aferir números específicos de sub-espaços amostrais”, explicou o economista.

“Claro que há de se ter o cuidado natural de não deixar que determinado subespaço do qual se queira extrair resultados particulares fique super-representado na amostra total, o que, se ocorrer, aí sim, leva o produto final a ficar enviesado”, acrescentou.

Portanto, de acordo com o economista, aumentar o número de entrevistas de uma amostra para obter informações detalhadas de sub-bespaços amostrais não causa distorções nos resultados, visto que as devidas proporções são restabelecidas por ponderação.

Tags: datafolha, Dilma, Humberto Costa, Maurício Romão,
saúde

Enfermeiros protestam em frente à casa de Geraldo Júlio

Publicado em 22/07/2014 às 9:37 por em Eleições, Notícias
Enfermeiros reivindicam melhores condições de trabalho e reajuste salarial acima do estabelecido pela PCR Foto: divulgação/ Seepe

Enfermeiros reivindicam melhores condições de trabalho e reajuste salarial acima do estabelecido pela PCR Foto: divulgação/ Seepe

Do NE10

Em greve desde a última sexta-feira (18), dezenas de enfermeiros fazem um protesto em frente à residência do Prefeito do Recife, Geraldo Júlio, na manhã desta terça-feira (22), no bairro da Torre, Zona Oeste da cidade. A categoria reivindica melhores condições de trabalho e reajuste salarial acima do estabelecido pela PCR.

De acordo com a assessoria do Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco (Seepe), cerca de 100 profissionais estão no local. Até um ramalhete de flores foi enviado com um convite para o prefeito tomar café da manhã com os manifestantes, o que ainda não aconteceu. O grupo continua esperando uma resposta do prefeito.

De acordo com a secretária geral do sindicato, a prefeitura ofereceu 5% de aumento para novembro deste ano e 5,5% para janeiro de 2015. A proposta não foi aceita. “Nós pedimos 9% de reajuste para esse ano no salário base e também nas gratificações”.

cutucando a fera

Marina e Alckmin aparecem lado a lado em propaganda do PSB em São Paulo

Publicado em 22/07/2014 às 8:58 por em Eleições, Notícias

Apesar de ser contrária à aliança de Geraldo Alckmin (PSDB) com o PSB, a vice de Eduardo Campos, Marina Silva, aparece sorridente ao lado do governador de São Paulo nas peças publicitárias produzidas pelo partido.

Além de contrária à união com o tucano, Marina se recusa a fazer campanha para o político. Um dos prefeitos do PSB que organizam os comitês afirmou que também está curioso para saber a reação de Marina. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Tags: Geraldo Alckmin, marina silva, propaganda, psb,
racha familiar

Marília afirma que família Arraes está dividida

Publicado em 22/07/2014 às 8:51 por em Eleições, Notícias
Marília Arraes faz campanha com petistas. Foto: divulgação

Marília Arraes faz campanha com petistas. Foto: divulgação

Do JC Online
Por Marcos Oliveira, repórter de política

A paz entre os parentes e no partido do ex-governador Miguel Arraes (PSB) parece que está longe de ser declarada. Nessa segunda-feira (21), a vereadora do recife, Marília Arraes (PSB), afirmou que parte da família está rachada e desaprovando os caminhos que o PSB está tomando, com a direção do primo e presidenciável, Eduardo Campos (PSB).

“Não voto em Eduardo Campos. Isso não é isolado. Minha avó Madalena, meu pai, meu avo, se estivesse vivo, estaria questionando uma série de medidas que ele está tomando”, disparou.

Em entrevista à Rádio Jornal, ela afirmou ter se sentido ameaçada com a declaração de que ela ia se “arrepender” de ter rompido com a direção do partido, e apoiado o opositor Armando Monteiro (PTB). Proferida pelo candidato ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), no domingo. Para ela, isso seria prova de uma política do “medo instalada no Estado”.

Perguntada se a sua carreira política estava sendo comprometida, Marília defendeu que não, e voltou a atacar o projeto do PSB.

“A gente acaba com a carreira política quando a gente entra em contradição com o que a gente defende. Diferente do rumo que o partido está tomando”, sentenciou.

Quem partiu em defesa dos socialistas foi o presidente do PSB de Pernambuco, Sileno Guedes. Ele afirmou que a postura de Marília Arraes só ganhou proporção por causa do sobrenome que ela carrega e voltou a afirmar que a socialista só se voltou contra o projeto do PSB, por ter sido preterida para disputar uma vaga de deputada federal.

Sobre a fala de Paulo Câmara, ele afirmou ter sido a intenção afirmar que no futuro “com mais maturidade, ela vai perceber que fez a escolha errada.” Ele ainda deu a entender que uma punição a vereadora não está descartada, mas só será analisada depois das eleições.

Tags: Eduardo Campos, marília arraes, psb, sileno guedes,
publicidade

PSB vai à Justiça para manter material de campanha nas ruas

Publicado em 22/07/2014 às 8:47 por em Notícias
Bandeiras e cavaletes da Frente Popular dificultam a passagem em vários pontos da cidade. Foto: Guga Matos

Bandeiras e cavaletes da Frente Popular dificultam a passagem em vários pontos da cidade. Foto: Guga Matos

Do Jornal do Commercio desta terça-feira (22)
Por Carolina Albuquerque

A coligação Frente Popular de Pernambuco, liderada pelo candidato ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), entrou na Justiça Eleitoral com um mandado de segurança contra as restrições à propaganda eleitoral em áreas públicas adotadas pelo juiz da Propaganda Eleitoral do Recife, Alexandre Pimentel. A ação, protocolada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ontem, às 12h49, acontece no mesmo dia em que a chapa adversária, encabeçada por Armando Monteiro (PTB), anuncia que vai retirar cavaletes e bandeiras das ruas (leia matéria abaixo).

O jurídico do PSB, coordenado pelo advogado Carlos Neves, alega que algumas das medidas adotadas pelo juiz para as eleições deste ano extrapolam o que diz a legislação. “Algumas normas colocadas não estão previstas na lei. Umas entendemos que podem ser aplicadas, mas outras podem limitar ou tolher a divulgação”, disse Neves.

A Frente Popular questiona dois dos quatro pontos estabelecidos pela resolução do dia 17 de julho: a não devolução do material apreendido em situação irregular e a proibição de colocação de cavaletes e bandeiras em áreas gramadas ou praça pública.

“Apesar de ser apreendido, ele (o material) não é irregular, não pode ficar apreendido (definitivamente). Entendi que isso é excessivo. E também nem toda grama é jardim, por exemplo, beira de canal. No caso de praças, entendemos que nas calçadas e passeios é possível (a restrição)”, argumentou.

À noite, num evento fechado com a coordenação da Mulher, o candidato Paulo Câmara (PSB) disse que não tinha conhecimento do mandado de segurança. “Eu tenho que conhecer para saber o que é que houve”, disse.

Ainda desconhecido da maioria dos eleitores de Pernambuco, o candidato socialista tem insistido no seu direito de se “apresentar” nas vias públicas. No início da semana passada, foi fustigado pela chapa adversária, encabeçada por Armando Monteiro (PTB), a fazer uma campanha limpa, mas declinou da sugestão de um pacto.

Em seguida, na mesma semana, o juiz da Propaganda Eleitoral baixou quatro resoluções, em que delimita espaço mínimo para colocação do material em vias públicas, proíbe em praças, jardins, áreas públicas gramada, ilhas e rotatórias, e determina que aqueles que forem apreendidos só serão devolvidos após as eleições. Até agora, o PSB é o líder em material retido.

Ontem, Paulo passou cerca de 30 minutos na reunião com mulheres, de onde seguiu para um encontro com lideranças comunitárias na Mustardinha.

Tags: cavaletes, Frente Popular, justiça, Paulo Câmara,
boa notícia

Turistas podem usar bicicletas elétricas em Noronha

Publicado em 21/07/2014 às 21:00 por em Notícias

Turistas e a população local do Arquipélago de Fernando de Noronha já podem utilizar vinte bicicletas elétricas, do total de 50 unidades que estarão disponíveis até o final do ano.

Além de ser uma nova alternativa de mobilidade na Ilha, as bikes terão o papel de contribuir para redução de CO2 no Arquipélago, dentro dos objetivos do Plano Noronha Carbono Neutro.

As bicicletas elétricas estarão distribuídas em três pontos da Ilha: Boldró, Sueste e Sancho.

Inicialmente, o uso poderá ser feito via aluguel, onde será cobrada a diária por pessoa até que a tecnologia para implantação do sistema de compartilhamento, com prazo previsto para o final do ano, seja concluída.

O sistema de uso adotará o modelo de compartilhamento semelhante ao que já existe no Recife.

O Plano Noronha Carbono-Neutro visa transformar a ilha de Fernando de Noronha no primeiro território a reduzir e compensar as emissões de gases no Brasil, sendo referência de novas tecnologias sustentáveis. O Plano foi pensado com base no Inventário de Emissões realizado pelo Governo do Estado em parceria com a Fundação Ondazul e Fundação Brasileira de Desenvolvimento Sustentável.

O estudo aponta o transporte aéreo como o grande emissor de CO2, representando 54,74% do total de 35.669,46 tCO2e (toneladas de CO2 equivalentes emitidas em 2012). Em seguida, aparece a geração de energia elétrica, representando 29,21% e o transporte interno, com 8,73%.

O coordenador geral da Ilha de Fernando de Noronha, Reginaldo Valença Jr., comemora. “Preservar o meio ambiente e buscar a adoção de tecnologias, serviços e estilos de vida que se ajustem aos ilhéus e que estabeleçam critérios adequados aos rituais do Turismo, assegurando inarredáveis compromissos de respeito ao ecossistema, constituem princípios que nos movem e que nos trazem nesse momento ao início de mais uma promissora etapa” disse Reginaldo Valença Jr.

juventude

Depois de 12 anos no poder, preocupação do PT é tentar fazer a cabeça das novas gerações

Publicado em 21/07/2014 às 20:45 por em Notícias

O presidente Nacional da Juventude do PT, Jefferson Lima, esteve neste final de semana no Recife. Na cidade, Jefferson Lima avaliou que essa será a eleição mais difícil enfrentada pelo Partido dos Trabalhadores e a juventude terá um papel estratégico.

“Vamos mostrar para os 40 milhões de jovens brasileiros tudo o que o PT fez pelo Brasil nesses últimos doze anos. E também vamos apresentar as nossas propostas”, ressaltou.

Segundo ele, em um grande ato político programado para acontecer em agosto a juventude petista deverá entregar a presidente Dilma 13 propostas para serem incorporadas ao programa de governo. O documento terá quatro eixos focados em temas como educação, saúde e segurança pública.

Em Pernambuco a juventude petista programa para o dia 6 de agosto um ato político para entrega das suas propostas a João Paulo, Armando e Paulo Rubem (PDT), candidato a vice. Outras ações de mobilização de campanha em Pernambuco serão fechadas nesta semana.

“Nesse momento, a nossa juventude está unida e com a compreensão da importância desse momento histórico para o Brasil e Pernambuco”, frisou Jefferson.

A juventude petista de Pernambuco realizou ato para reafirmar o seu total engajamento no projeto político de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), eleição de João Paulo (PT) senador e Armando Monteiro (PTB) para o governo.

eleições 2014

Tucanos anunciam representação contra Anac, após polêmica sobre aeroporto em Minas Gerais

Publicado em 21/07/2014 às 20:15 por em Notícias
unnamed

A Folha de São Paulo revelou no domingo que, no fim do segundo mandato de Aécio como governador de Minas Gerais, o Estado de Minas Gerais construiu um aeroporto em terreno que já pertenceu a Múcio Guimarães Tolentino, tio-avô do candidato tucano e ex-prefeito da cidade. O Estado gastou quase R$ 14 milhões na obra.

A área foi desapropriada pelo Estado antes da execução da obra, no município de Cláudio, mas o tio de Aécio contesta na Justiça o valor proposto pelo governo para a indenização, que ainda não foi paga. Com a desapropriação, o Estado obteve a posse do terreno, mas ele só poderá ser registrado em nome do governo após o pagamento.

Aécio usou seus perfis nas redes sociais para contestar a reportagem da Folha. “O aeroporto foi construído em área pertencente ao Estado, não havendo investimento público em área privada”, declarou o candidato tucano.

Nesta segunda, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) vai investigar se aviões pousaram e decolaram a partir do aeródromo de Cláudio, construído num terreno de parentes de Aécio Neves desapropriado pelo governo do Estado.

Segundo a agência, não há autorização legal para movimentação aérea no local porque o uso da pista ainda não foi liberado perlo órgão de fiscalização. Na prática, o aeroporto ainda não existe.

Os tucanos reagiram imediatamente, acusando uso da máquina pública pela campanha de Dilma. Carlos Sampaio, coordenador Jurídico do PSDB Nacional, prometeu representação contra o órgão.

“Não é de hoje que o PSDB tem denunciado o uso da máquina pública federal em favor da candidatura da Presidente Dilma Rousseff, inclusive com decisão do TSE já reconhecendo essa prática e aplicando multa a entidade pública. Desta vez, o abuso em favor do PT é da ANAC, praticando conduta vedada pela legislação eleitoral. É vergonhosa a utilização de mais uma estrutura do estado para perseguir adversários políticos do governo.

“Estamos representando contra a ANAC e contra a Presidente Dilma para que este ato seja punido de forma rigorosa. Registramos, por fim, que o processo de homologação do Aeroporto de Claudio junto à ANAC vem ocorrendo de forma legal e transparente como comprovam os inúmeros ofícios trocados entre os órgãos federais e o governo do estado desde 2011. Tanto é verdade que foi a própria Secretaria Nacional de Aviação Civil que, em abril de 2014, transferiu a jurisdição do Aeroporto de Claudio para o Estado de Minas Gerais sem que qualquer irregularidade fosse indicada”.

poluição visual

Sem citar partidos, no Recife, TRE promete colocar moral nas propaganda de rua

Publicado em 21/07/2014 às 18:36 por em Notícias

Nota explicativa nº 01/2014

Considerando que o artigo 41, § 1o, da Lei nº 9504/1997, prescreve que o poder de polícia sobre a propaganda eleitoral será exercido pelos juízes eleitorais, nos limites de sua competência; considerando a premente necessidade de se esclarecer aos candidatos, partidos políticos, coligações e, sobretudo, aos cidadãos recifenses, acerca dos limites do exercício do direito à propaganda de rua;

considerando que o artigo 11, § 4o, da Resolução nº 23.404/2014-TSE estabelece que, para as eleições de 2014, “É permitida a colocação de cavaletes, bonecos, cartazes, mesas para distribuição de material de campanha e bandeiras ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos;

considerando que a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), através da Norma (NBR) nº 9050/2004, adota regras que especificam critérios objetivos quanto à mobilidade de pedestres em espaços urbanos, destacando a necessidade de as vias públicas resguardarem uma dimensão referencial frontal de 90cm (noventa centímetros) para deslocamento de pessoa em pé, com bengalas, muletas e cadeira de rodas, bem como de 150cm (cento e cinquenta centímetros) para garantir a rotação do cadeirante;

considerando, enfim, que a Resolução nº 1463/2014-TRE-MT, respaldada em precedente do TSE (AI nº 3907-28/2010), proíbe a propaganda eleitoral em áreas públicas ajardinadas, aclarando que “Nos jardins localizados em áreas públicas não é permitida a colocação de propaganda eleitoral de qualquer natureza, mesmo que não lhes cause dano (Art. 37, 5, da Lei n. 9504/1997)”, bem como que “… são considerados jardins as áreas públicas gramadas e as que possuem qualquer tipo de vegetação passível de cultivo e ornamentação pelo Poder Público, em especial as que se localizam em canteiros e rotatórias de vias públicas”; resolvo, no exercício do Poder de Polícia sobre a Propaganda Eleitoral do Recife, esclarecer o seguinte:

I – O uso de cavaletes, bonecos, cartazes, mesas para distribuição de material de campanha e bandeiras, ao longo das vias públicas, deverá resguardar, indispensavelmente, um espaço acessível para pedestres e cadeirantes de, no mínimo, 90cm (noventa centímetros) de área para passagem, a qual deverá permanecer sempre livre e desimpedida.

II – Será exigido, ainda, um espaço mínimo de intercalação, entre os objetos mencionados no item anterior, de um metro e meio entre um objeto e outro, para garantir a rotação de cadeirantes.

III – Não será permitida a propaganda eleitoral de qualquer natureza em praças, jardins, áreas públicas gramadas com qualquer tipo de vegetação passível de cultivo ou ornamentação, incluindo as que se localizam em canteiros, ilhas e rotatórias de vias públicas.

IV – Os materiais apreendidos em condição representativa de propaganda irregular somente serão devolvidos após a realização das eleições.

Recife, 17 de julho de 2014.

Alexandre Freire Pimentel

Juiz da Propaganda Eleitoral do Recife

eleições 2014

Dos 513 deputados federais, 399 tentarão a reeleição em outubro

Publicado em 21/07/2014 às 18:34 por em Notícias

Dos 513 deputados federais, 399 (ou 77,78% da composição atual da Câmara dos Deputados) concorrem à reeleição em outubro. Os demais 114 ou não disputam nenhum cargo, caso de 37 deles (7,21%), ou concorrem a outros cargos, caso dos 77 restantes (15%). Os números estão em levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

Dos 77 deputados que disputam outros cargos, 21 buscam uma vaga de vice-governador, 21 concorrem ao Senado, 19 preferem ser deputado estadual, dez pretendem ser governador e seis desejam ser suplente de senador.

Supondo que todos que disputam a reeleição consigam renovar seus mandatos – historicamente, apenas entre 60% e 70% conseguem – a renovação já seria de 22,22%.

A estimativa do Diap, no entanto, é que a renovação da Câmara em 2014 ultrapasse a média histórica e supere os 50% da composição da Casa.

Página 1 de 9.20112345...102030...Última »