publicidade
15/04/18
O hábito de acrescentar a pimenta à dieta foi associado a uma redução de 13% no risco de morte prematura (Foto ilustrativa: Pixabay)
O hábito de acrescentar a pimenta à dieta foi associado a uma redução de 13% no risco de morte prematura (Foto ilustrativa: Pixabay)

Consumir pimenta pode promover a longevidade, diz estudo

15 / abr
Publicado por Cinthya Leite em Alimentação - 15/04/2018 às 19:14

Se depender do achado de um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, a pimenta vermelha ganha o status de promotora da longevidade.

O trabalho, publicado na revista científica Plos One, analisou a associação entre o consumo da especiaria e a mortalidade. A frequência do uso da pimenta foi avaliada entre 16.179 pessoas com, pelo menos, 18 anos.

O resultado? O hábito de acrescentar a especiaria à dieta foi associado a uma redução de 13% no risco de morte prematura. Ou seja, o ardor da pimenta vermelha pode ser um detalhe que faz a diferença na dieta.


FECHAR