publicidade
06/01/18
Que o novo ano nos ensine também que zelar pela saúde também é vigiar nossas emoções, para que elas não nos paralisem nem levem à falta do controle sobre nossa vida (Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem)
Que o novo ano nos ensine também que zelar pela saúde também é vigiar nossas emoções, para que elas não nos paralisem nem levem à falta do controle sobre nossa vida (Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem)

2018: um ano para vigiar os sentimentos; saúde quântica mostra caminhos possíveis

06 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Bem-estar - 06/01/2018 às 17:20

Apreender o poder da oração, o papel da vibração de paz e o equilíbrio para se alcançar resultados esperados certamente deve estar na lista dos anseios de muita gente neste ano que se inicia. No livro Dê um salto quântico na sua vida: como treinar sua mente para viver no presente e fazer o mundo conspirar a seu favor (Editora Gente), o professor Wallace Lima mostra como temos o poder de enfrentar crenças negativas que nos impedem de evoluir.

Leia também:

Saúde quântica convida a tirar o pé do acelerador para cuidar da mente, do corpo e das emoções

Terapeuta quântico, ele explica por que não devemos nos alimentar de pensamentos ruins, que podem ser solucionados a partir da forma com que lutamos contra temores e frustrações. “O medo é a fé em sentido contrário, pois faz a pessoa acreditar naquilo que ela não deseja que se manifeste na sua vida”, frisa Wallace, que também alerta para o analfabetismo emocional. Ou seja, as crianças dificilmente são estimuladas a falar sobre suas emoções, o que pode dificultar o desenvolvimento de habilidades capazes de gerenciar sentimentos. “Vivemos um tempo de analfabetismo emocional. O ensino não se volta para a vida. Nunca tive aula, por exemplo, sobre como lidar com raiva e medo, que são emoções destrutivas.”

Que o novo ano nos ensine também que zelar pela saúde também é vigiar nossas emoções, para que elas não nos paralisem nem levem à falta do controle sobre nossa vida.

Assista ao programa na TV JC sobre o tema:


FECHAR