publicidade
18/08/17
Durante o programa, Bianca Queiroga (dir.) e Mariana Leal (esq.) tiraram dúvidas dos internautas sobre linguagem na infância (Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem)
Durante o programa, Bianca Queiroga (dir.) e Mariana Leal (esq.) tiraram dúvidas dos internautas sobre linguagem na infância (Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem)

Quando a criança deve começar a falar? Especialistas esclarecem dúvidas sobre a linguagem infantil

18 / ago
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 18/08/2017 às 18:22

Quando a criança deve começar a falar? Até que idade é normal trocar o “r” pelo “l”? Crianças com problema de audição poderão ter problemas de linguagem? Essas foram algumas das perguntas respondidas pela fonoaudióloga Bianca Queiroga, membro da diretoria do Conselho Regional de Fonoaudiologia – 4ª Região, e pela médica Mariana Leal, gerente do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Agamenon Magalhães, durante o programa Casa Saudável desta sexta-feira (18) na TV JC, com transmissão ao vivo pela página do Portal NE10 no Facebook. Confira:

Mais do que se preocupar com o momento em que a criança deve começar a falar ou com as dificuldades para reproduzir os sons, as famílias precisam ficar atentas ao grau de compreensão do conteúdo da fala dos pequenos. “É possível entender o que eles dizem? Se aos 2 ou 3 anos, não falam um ‘r’ vibrante, não há tantos problemas. Nessa fase, é comum ‘comer’ o ‘r’. Ao invés de falar praia, diz ‘paia’. Mas o adulto entende. A preocupação vem se a criança (nessa faixa etária) fala de um jeito que ninguém entende, o que pode prejudicar as interações dela com adultos e outras crianças”, explicou Bianca.

Leia também: 

Saiba por que é importante ler para o bebê desde a gestação

Uma em cada dez crianças em idade escolar faz xixi na cama. Saiba quando é preciso procurar um médico

Pediatra explica por que infecções virais e bacterianas são mais comuns no início da vida escolar das crianças

Nas situações em que há suspeita de atraso da fala, é essencial investigar como está a habilidade de os pequenos perceberem os sons. “A audição é um pré-requisito para o desenvolvimento da linguagem oral. Nos primeiros anos de vida, a criança escuta, forma o vocabulário e a memória auditiva. Isso culmina com as primeiras palavras na fase de 1 ano e meio a 2 anos”, destacou Mariana.

 


FECHAR