publicidade
20/07/17
Os voluntários devem se queixar de enxaqueca com caráter tipicamente pulsátil, unilateral e com intensidade de moderada a grave (Foto ilustrativa: Pixabay)
Os voluntários devem se queixar de enxaqueca com caráter tipicamente pulsátil, unilateral e com intensidade de moderada a grave (Foto ilustrativa: Pixabay)

Estudo busca pessoas com enxaqueca para pesquisa com estimulação transcraniana

20 / jul
Publicado por Malu Silveira em Blog - 20/07/2017 às 9:00

O Laboratório de Neurociência Aplicada (Lana) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) está em busca de pacientes que tenham enxaqueca e estejam interessados em participar de um estudo na área. A pesquisa usará estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) para o tratamento preventivo de dores de cabeça.

Leia também:
» Enxaqueca pode prejudicar atenção e memória, diz estudo da Unifesp
» Estudo revela o impacto da enxaqueca crônica na família
» Amamentação diminui crises de enxaqueca no pós-parto, diz estudo
» Enxaqueca com aura? Entenda quando a perda parcial do campo da visão chega antes da dor de cabeça

Para participar do projeto, os pacientes devem se queixar de dor de cabeça (cefaleia) com as seguintes características: caráter tipicamente pulsátil, unilateral e com intensidade de moderada a grave. Além disso, os voluntários devem ter entre 18 e 55 anos. Pacientes com outros tipos de cefaleia, dores crônicas associadas a outra doença, implantes metálicos na cabeça, que tenham história prévia de crise convulsiva e/ou epilepsia não poderão participar do estudo.

Os interessados devem entrar em contato por e-mail lana.ufpe@gmail.com ou através do telefone do Lana (81) 2126.7579 ou dos pesquisadores: (81) 99770-8502 (Sérgio Rocha) ou 99677-6155 (Amanda Tiné).


FECHAR