publicidade
21/abr
Sobre a relação entre depressão e inverno, destaca-se a hipótese de que uma menor exposição à luz do sol diminuiria os níveis de serotonina, neurotransmissor que desempenha papel e que promove a sensação de felicidade (Foto ilustrativa: Free Images)
Sobre a relação entre depressão e inverno, destaca-se a hipótese de que uma menor exposição à luz do sol diminuiria os níveis de serotonina, neurotransmissor que desempenha papel e que promove a sensação de felicidade (Foto ilustrativa: Free Images)

Google: buscas por depressão, ansiedade e endividamento sobem durante o inverno

21 / abr
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 21/04/2017 às 12:14

A busca dos brasileiros, no Google, por estados emocionais indicadores de tristeza (como depressão, solidão e ansiedade) sobem, em média, 11% com o início do outono e 23% com o começo do inverno. A informação é de pesquisa (lançada pelo Google nesta semana) que usou dados das buscas para analisar o hábito dos brasileiros durante o inverno. Outro destaque da pesquisa é que as buscas por endividamento e empréstimos caem 7% no outono, depois de um verão de resolução de dívidas, e voltam a subir em julho, com a chegada do inverno.

A psiquiatra Milena França, da diretoria da Sociedade Pernambucana de Psiquiatria, explica que os índices de depressão são maiores em países frios do que nos tropicais. “No fim de semana, também pode haver piora (de quadros depressivos), assim como ao anoitecer”, diz a médica. Nessas situações, ela acrescenta que as pessoas tendem a ficar mais sozinha, isoladas e se percebem mais.

Leia também:

Depressão na infância e na adolescência: como lidar? Psiquiatra esclarece dúvidas

Ainda sobre a relação entre depressão e inverno, destaca-se a hipótese de que uma menor exposição à luz do sol diminuiria os níveis de serotonina, neurotransmissor que desempenha papel muito importante no humor e que promove a sensação de felicidade.

O levantamento do Google também revela que as buscas sobre como “melhorar a aparência” e “como ser menos feia” cresceram 45% no último ano. O ápice ocorre em todos os invernos, só voltando a cair em outubro.

Café e chocolate quente

As buscas por café, em geral, sobem mais de 20% durante o inverno. Além de sofrer influência da demanda por cafeteiras no dia das mães, a demanda no buscador também vêm aumentando nos meses seguintes (junho, julho e agosto). Entre as principais buscas do brasileiro no Google, também está “chocolate quente”, que quase alcança, no inverno, a receita mais buscada no País, o famoso bolo de cenoura.


FECHAR