publicidade
16/03/17
Nefrologista alerta que melhor forma de prevenir tanto a doença renal crônica como a obesidade é investir na educação desde a infância (Foto ilustrativa: Pixabay)
Nefrologista alerta que melhor forma de prevenir tanto a doença renal crônica como a obesidade é investir na educação desde a infância (Foto ilustrativa: Pixabay)

Especialista alerta para obesidade como fator de risco para doença renal crônica

16 / mar
Publicado por Malu Silveira em Blog - 16/03/2017 às 18:08

Estudos epidemiológicos têm demonstrado o aumento da obesidade, doença considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como epidemia global do século 21. Até 2025, a estimativa é que 18% dos homens e 21% das mulheres de todo o mundo serão obesos. No Brasil, mais de 50% da população está acima do peso atualmente. Esses números reforçam a maior causa de morte no País: as doenças crônicas não transmissíveis, responsáveis por 70% dos óbitos. Entre as doenças graves que têm a obesidade como fator de risco está a doença renal crônica (DRC).

Leia também:
» O perigo da obesidade e das doenças associadas ao excesso de peso
» Obesidade infantil pode afetar a saúde renal
» Obesidade pode interferir na aprendizagem das crianças, aponta estudo
» Cerca de 40% dos brasileiros têm alguma doença crônica

“A função dos rins é filtrar o sangue de toxinas e líquidos em excesso. Em uma pessoa obesa, o aumento do tecido gorduroso comprime os rins e altera a sua estrutura, aumentando o seu trabalho de filtração e ativando sistemas que podem causar hipertensão arterial. Essa doença, denominada glomerulopatia da obesidade, pode determinar perda de proteína na urina e causar prejuízo significativo da função renal”, explica a nefrologista Leda Lotaif, chefe de diálise do Hospital do Coração de São Paulo (HCor).

Segundo a especialista, um em cada dez adultos sofre de doença renal crônica. A maioria, no entanto, não sabe que convive com a enfermidade. Isso ocorre porque como a DRC não apresenta muitos sintomas, em muitos casos só é diagnosticada quando já está em estágio avançado. A melhor forma de prevenir é investir na educação desde a infância. “Conscientizar as pessoas quanto aos fatores de risco da doença renal e a importância de ter hábitos saudáveis, como manter uma dieta balanceada e praticar atividade física regularmente é crucial para combater o aumento da incidência da doença”, ressalta a médica.

Dicas

Confira as recomendações da nefrologista para prevenir a doença renal crônica:

» Pratique atividade física regularmente;
» Mantenha uma alimentação saudável;
» Mantenha-se hidratado;
» Controle o nível de açúcar no sangue;
» Monitore a pressão arterial;
» Visite um médico regularmente;
» Abandone o cigarro e o álcool em excesso;
» Evite a automedicação.


FECHAR