publicidade
05/out
Em cada ponto, são disponibilizadas 80 vagas (40 por turno) para a realização da mamografia dentro de um caminhão (Foto: Ashlley Melo/JC Imagem)
Em cada ponto, são disponibilizadas 80 vagas (40 por turno) para a realização da mamografia dentro de um caminhão (Foto: Ashlley Melo/JC Imagem)

Outubro Rosa: Mamógrafo móvel vai circular por 50 locais do Recife até o fim do mês

05 / out
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 05/10/2016 às 9:24

Até o fim deste mês, o mamógrafo móvel da Prefeitura do Recife passará por 50 localidades da capital pernambucana (veja calendário abaixo). Em cada ponto, são disponibilizadas 80 vagas (40 por turno) para a realização da mamografia dentro de um caminhão. O exame é fundamental porque, realizado de acordo com recomendações médicas, pode reduzir a mortalidade pelo câncer de mama em cerca de 30%. Para as mulheres, o mamógrafo móvel é uma forma de facilitar o acesso ao exame, cuja marcação geralmente não é imediata nas unidades conveniadas à rede municipal. Outro detalhe é que, ao observarem o caminhão na comunidade, as mulheres sentem-se incentivadas a realizar a mamografia.

Leia também:

Quatro em cada dez mulheres não fazem mamografia

“Fiz o exame porque as colegas me incentivaram. A última vez que realizei a mamografia foi há seis anos. E tenho histórico de câncer de mama na família. Há quatro anos, minha irmã morreu com a doença”, conta a artesã Francisca de Amorim, 66 anos, que fez o exame ontem pela segunda vez. Assim como ela, mais de 9 mil mulheres que residem na cidade já visitaram o mamógrafo móvel este ano (dados até agosto), segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

“No caminhão, são atendidas mulheres entre 50 e 69 anos, que é a faixa etária considerada de risco para desenvolvimento do câncer de mama pelo Ministério da Saúde. Mas aquelas que estão fora dessa faixa etária e tiverem alguma queixa em relação às mamas podem ir às unidades de saúde da família e, se o médico achar necessário após exame clínico, solicita a mamografia e a ultrassonografia das mamas”, explica a coordenadora da Política de Saúde da Mulher do Recife, Karla Viana. Exame complementar, o ultrassom das mamas é especificamente para mulheres jovens ou com mamas densas, a fim de se identificar possíveis cistos ou nódulos. Em alguns casos, também se recomenda a ressonância magnética.

Esse rastreamento, feito de forma periódica, mesmo quando as mulheres não percebem sinais de câncer de mama, é essencial. Descobrir a doença precocemente significa identificar e tratar o tumor no início do surgimento, o que amplia as chances de cura em até 90%. Quando o tumor é percebido apenas na mamografia e não sentido na apalpação das mamas, o crescimento ainda está controlável com maior chance de cura. “O diagnóstico precoce da doença evita a mutilação das mamas e possibilita a realização de cirurgias mais conservadoras”, frisa o médico Darley de Lima Ferreira Filho, chefe do Serviço de Mastologia e Reconstrução Mamária do Hospital Barão de Lucena (HBL).

Todo o esforço para alertar sobre diagnóstico precoce do câncer de mama tem como meta reduzir a mortalidade pela doença. Apenas no Brasil, 12 mil óbitos de mulheres todos os anos são em decorrência da doença, o equivalente a 2,5% das mortes femininas no País.

Confira abaixo o calendário do mamógrafo móvel disponibilizado pela Prefeitura do Recife: 

Calendário do mamógrafo (parte 1)

Calendário do mamógrafo (parte 2)


FECHAR