publicidade
12/01/16
microcefalia-destaque
microcefalia-destaque

Em cinco meses, Pernambuco notifica 1.236 bebês com suspeita de microcefalia

12 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Aedes aegypti - 12/01/2016 às 16:12

Imagem da barra do combate ao mosquito

Dos casos suspeitos de microcefalia em Pernambuco, 103 foram confirmados (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)
Dos casos suspeitos de microcefalia em Pernambuco, 103 foram confirmados (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)

No Estado de Pernambuco, já foram notificados 1.236 bebês com suspeita de microcefalia no período de 1º de agosto de 2015 a 9 de janeiro deste ano. As informações estão no boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgado na tarde desta terça-feira (12). Do total de casos notificados, 461 (37,3%) atendem aos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) para microcefalia, que identifica a malformação em bebês com perímetro cefálico igual ou menor que 32 centímetros.

Ao todo, 103 casos foram confirmados com a microcefalia e 87 foram descartados, levando em consideração o resultado dos exames de imagem dos bebês.

Leia também:
» A importância da assistência ao recém-nascido com microcefalia
» Microcefalia e saúde ocular: Fundação Altino Ventura atinge marca de 135 bebês atendidos

Dos 461 casos que atendem aos parâmetros da OMS, 452 (98%) foram detectados no pós-parto e sete (1,5%) detectados intraútero (feto com microcefalia). Também foram registrados três casos de bebês natimortos e um que veio a óbito logo após o nascimento. Todos foram diagnosticados com microcefalia e estão tendo a causa dos óbitos investigadas.

Desde que a notificação de casos de gestantes com exantemas foi tornada obrigatória (2 de dezembro de 2015) até 9 de janeiro deste ano, 55 municípios do Estado notificaram 464 casos de gestantes com esse quadro clínico. Desse total, cinco apresentam ultrassom sugestivo de microcefalia.


FECHAR