publicidade
08/01/16
dengue_destaque
dengue_destaque

Dengue, chicungunha e zika: Recife registra mais de 24 mil casos prováveis em 2015

08 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Aedes aegypti - 08/01/2016 às 11:44

Imagem da barra do combate ao mosquito

No Recife, mais de 24 mil pessoas adoeceram em 2015 com sintomas das doenças transmitidas pelo Aedes: dengue, chicungunha e zika (Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)
No Recife, mais de 24 mil pessoas adoeceram em 2015 com sintomas das doenças transmitidas pelo Aedes: dengue, chicungunha e zika (Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)

Até 26 de dezembro de 2015, a capital pernambucana registrou 24.558 casos prováveis (casos notificados, exceto os descartados) das três doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue, chicungunha e zika. É o que mostra o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Recife, divulgado na quinta-feira (7/1). O calendário epidemiológico de 2015 vai até o dia 2 de janeiro, com o fechamento da semana epidemiológica 52, cujos dados serão divulgados na próxima semana pela Secretaria de Saúde do Recife.

Leia também:
» Mutirão de combate ao Aedes chega a bairros da Zona Sul do Recife no fim de semana
» Recife identifica bairros com transmissão ativa de dengue, chicungunha e zika
» Chicungunha: Confira os cuidados que podem ajudar a amenizar efeitos da doença

O bairro da Mangabeira, na Zona Norte do Recife, continua apresentando o maior risco de transmissão ativa das três doenças transmitidas pelo Aedes, pois apresenta o mais alto coeficiente de incidência das arboviroses, que considera o total de casos das três doenças por 10 mil habitantes das últimas oito semanas.

No Recife, continua crescendo o número de pessoas que adoecem por chicungunha. A capital contabiliza 1.002 registros (aumento de 195 casos suspeitos em uma semana). “Muita gente está suscetível à chicungunha porque se trata de um vírus novo, ao qual a população não havia sido exposta até pouco tempo. É uma doença com alto potencial para se tornar crônica. Por isso, as ações de enfrentamento ao mosquito não podem enfraquecer”, reforça a secretária-executiva de Vigilância à Saúde, Cristiane Penaforte.

O boletim ainda registra o avanço da dengue. Até o dia 26 de dezembro, 29.118 pessoas adoeceram com sintomas da doença. Desse total de casos, 17.546 foram confirmados. Em 2014, no mesmo período, foram notificados 3.378 casos e confirmados 963, o que representa um aumento de 762% de casos suspeitos e 1.722% de confirmados. As notificações de zika também seguem aumentando no Recife, que contabiliza 183 pessoas que adoeceram com sinais da doença (56 a mais do que na semana anterior). Desse universo, oito casos foram confirmados.

Infográfico com as diferenças entre as arboviroses


FECHAR